Em meio a rumores, Nurmagomedov pede que GSP reconsidere aposentadoria

Khabib Nurmagomedov derrotou Conor McGregor em seu último desafio no UFC – Diego Ribas

Após diversos veículos de imprensa divulgarem que o ex-campeão do UFC Georges St-Pierre planeja anunciar a aposentadoria nesta quinta-feira (21), Khabib Nurmagomedov pediu que o canadense reconsidere a decisão para enfrentá-lo ainda este ano. Nas redes sociais, o dono do cinturão dos pesos-leves (70 kg) projetou para novembro um hipotético duelo contra ‘GSP’, a quem o russo denominou como “um dos maiores lutadores de todos os tempos”.

A notícia sobre o possível anúncio de aposentadoria de St-Pierre foi divulgada em primeira mão pela emissora francesa ‘RDS’, e depois confirmada pelo site da ‘ESPN’ americana, transmissora oficial do UFC. E, em meio a tais rumores, Khabib utilizou o seu perfil oficial no Instagram (veja abaixo ou clique aqui) para publicar uma fotomontagem ao lado do ex-campeão dos meio-médios (77 kg) e dos médios (84 kg) do Ultimate e dizer que seria uma honra lutar contra ele.

“Vamos fazer isso em novembro. Depois dessa luta você pode se aposentar. Eu cresci assistindo as suas lutas, e não tenho nada além de respeito por você. Acredito que mostrei isso para você, Georges, quando você estava em Moscou. Mas seria uma honra para mim dividir o octógono com um dos maiores lutadores de todos os tempos”, escreveu.

“Vamos lutar no peso-leve, ou eu te dou mais 2,6 kg., porque você nunca lutou nessa categoria antes. Bem, as opções são 70 kg ou 72,6 kg. Montreal, Nova York, Moscou ou Abu Dhabi. Envie-me a localização, meu amigo”, completou.

Caso os rumores se confirmem, esta será a segunda vez que St-Pierre pendurará as luvas. Em 2013, ele anunciou aposentadoria após defender com sucesso o cinturão dos meio-médios, em duelo contra Johny Hendricks. Depois de ficar quase quatro anos sem competir, ‘GSP’ retornou ao Ultimate no final de 2017, quando finalizou Michael Bisping e conquistou o titulo dos médios, antes de se afastar dos octógonos devido a problemas de saúde.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *