Em liberdade após confusão com fã, McGregor admite que precisa de paciência

Conor McGregor voltou a marcar presença em manchetes não esportivas nessa segunda-feira (11), quando foi preso acusado de quebrar o celular de um fã que o havia incomodado na frente de um hotel, por volta das 5 horas da manhã. Nesta terça, por meio do Instagram, o ex-campeão dos penas (66 kg) e dos leves (70 kg) do UFC se pronunciou sobre o assunto e assumiu que lhe faltou paciência.

Segundo o boletim de ocorrência do caso, McGregor deu um tapa no celular do fã, que tentava tirar fotos do astro. Em seguida, o irlandês teria pisado várias vezes no aparelho – avaliado em R$ 3,8 mil –, inutilizando-o. As imagens foram registradas pelo sistema de vigilância eletrônica do hotel e, por isso, serviu como prova da autoria e da materialidade da infração.

Pela rede social (veja abaixo ou clique aqui), Conor agradeceu pelo apoio dos seus fãs diante do erro que cometeu. “Paciência é uma virtude na qual continuo a trabalhar. Amo meus fãs. Obrigado a todos”, escreveu.

O irlandês, que estava hospedado em uma residência em Miami Beach, foi acusado de roubo e dano, o que lhe custou automaticamente o pagamento de uma fiança de 12,5 mil dólares (cerca de R$ 47 mil). O caso acontece menos de uma semana depois de ser noticiado que Conor cumpriu o serviço comunitário a que foi condenado por causa do incidente do UFC 223, em 2018, quando atirou um objeto de metal no ônibus que levava os lutadores do evento.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *