Em combate triplo no principal evento da WWE, Ronda Rousey perde título

Becky Lynch agora é a campeã do RAW e do Smackdown – Reprodução/Twitter

A noite do Wrestlemania 35, maior evento anual da liga de lutas simuladas WWE, terminou com derrota de Ronda Rousey. A ex-campeã peso-galo (61 kg) do UFC fez, junto com Charlotte Flair e Becky Lynch, um combate triplo na regra do ‘vencedor leva tudo’ neste domingo (7). E a vencedora, Lynch, fez jus ao estilo do confronto e deixou a arena do MetLife Stadium, em Nova Jersey (EUA), com os títulos que eram das duas rivais.

Ronda e Flair eram as detentoras, respectivamente, dos cinturões do RAW e do Smackdown. Elas e Becky fizeram uma luta de cerca de 20 minutos, que, no melhor estilo dos roteiros do telecatch, teve altos e baixos das três, de forma que sempre se mantivesse o mistério sobre quem iria vencer.

O confronto, inclusive, teve aspecto mais violento do que o normal das lutas simuladas – naquela que tem sido uma tentativa da WWE de suprir, exibindo uma maior intensidade nos golpes, a falta de experiência de Ronda com os movimentos mais difíceis e espalhafatosos que fazem a alegria dos fãs. Ao longo da luta, tanto Rousey quanto Flair exibiam machucados que sangravam nos braços. Em um dos golpes aplicados por Lynch, ‘Rowdy’ caiu por cima do ombro fora do ringue – em uma queda que nem a mais hábil pro-wrestler conseguiria evitar que doesse.

No fim, a história terminou de maneira um tanto anticlimática. Depois de Charlotte ser retirada da disputa em um golpe conjunto de Lynch e Ronda que terminou com a filha do lendário pro-wrestler Ric Flair batendo as costas em uma mesa, Becky e Rousey partiram para um duelo, e a ex-UFC acabou imobilizada. A sequência final foi controversa, uma vez que ‘Rowdy’ não estava com os ombros no chão durante toda a contagem regulamentar, e a lutadora terminou a cena reclamando.

Mais cedo, na primeira luta do card principal, Brock Lesnar perdeu o chamado título ‘universal’ da WWE, sendo imobilizado por Seth Rollins. A derrota na organização de lutas simuladas abre espaço para a concretização de sua migração para o UFC, já que o ator e atleta negocia para enfrentar Daniel Cormier no UFC 241, em 17 de agosto, pelo título dos pesos-pesados.

Confira os melhores momentos da luta de Ronda Rousey: