‘Durinho’ enfrenta ex-companheiro de UFC em superluta de ‘submission com tapas’

Gilbert ‘Durinho’ é um dos brasileiros no UFC especialistas no jiu-jitsu – Erik Engelhart

O lutador do UFC Gilbert ‘Durinho’ participará de uma superluta de ‘combat grappling’ contra o seu ex-companheiro de organização, Gleison Tibau, no dia 15 de março, na Flórida (EUA), no Titan FC. Esta será a primeira vez que a companhia promoverá um duelo dessa variante do jiu-jitsu, que se assemelha à prática tradicional da arte suave sem quimono, o submission, com a diferença de que golpes de mão aberta são permitidos aos competidores.

De acordo com o site ‘MMA Fighting’, os atletas – originalmente pesos-leves (70 kg) – competirão na categoria de 81,6 kg na 53ª edição do Titan FC, evento de MMA sediado nos EUA. Apesar de Gleison ser o brasileiro com maior número de lutas pelo UFC, ele jamais compartilhou o octógono com ‘Durinho’ quando ainda fazia parte do quadro de atletas do Ultimate.

Aos 35 anos, Tibau deixou o UFC em 2018, após quatro derrotas consecutivas na maior organização de MMA do planeta. Atleta do Ultimate desde novembro de 2006, o peso-leve saiu com a vitória em 17 das 29 vezes em que entrou no octógono. Ao longo da carreira profissional, ele somou 34 triunfos e 14 derrotas.

Já ‘Durinho’, de 32 anos, derrotou Olivier Aubin-Mercier no UFC 231, em dezembro, por decisão unânime. A expectativa é que o atleta carioca – que detém um cartel profissional de 14 vitórias e apenas três derrotas nas artes marciais mistas – volte a competir no Ultimate ainda no primeiro semestre de 2019.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *