Dedo na ferida! Cris ‘Cyborg’ treina com primeira algoz de Amanda Nunes

Cris ‘Cyborg’ está invicta há 13 anos no MMA profissional – Rigel Salazar

Amanda Nunes pode ser atualmente a campeã peso-galo (61 kg) do UFC, mas o início de sua trajetória no MMA não foi fácil. Logo em seu primeiro combate como profissional, em 2008, a brasileira foi derrotada por Ana Maria ‘India’. E Cris ‘Cyborg’, sua próxima adversária no Ultimate, não perdeu a oportunidade de alfinetar a ‘Leoa’ ao convidar sua primeira algoz para uma sessão de treinos.

Através das redes sociais de sua academia (veja abaixo ou clique aqui), Cyborg compartilhou parte do treino que realizou com Ana India. A brasileira, na época, finalizou Amanda Nunes com uma chave-de-braço. E – não coincidentemente – foi exatamente esse o golpe treinado por ela e pela campeã dos pesos-penas (66 kg) do  UFC.

“Olá galera, estou aqui na minha academia, e hoje temos uma convidada especial, Ana ‘India’. Ela é a atleta que derrotou a Amanda Nunes e trouxe ela aqui para me mostrar suas técnicas”, declarou a curitibana durante o vídeo compartilhado.

Não foi a primeira vez que Cyborg treinou com uma atleta rival de Amanda. Em outubro deste ano, a atleta da Chute Boxe convidou Valentina Shevchenko, que já enfrentou a Leoa em duas oportunidades. Em ambas as ocasiões, a brasileira saiu com a vitória, mas a lutadora do Quirguistão fez duros combates, a ponto de o último duelo ter sido resolvido por decisão dividida dos juízes.

O convite feito tanto para Ana India, quanto para Valentina só serviram para inflamar ainda mais uma rivalidade já existente entre Amanda e Cris. As duas campeãs brasileiras se enfrentam no UFC 232, dia 29 de dezembro, em Las Vegas (EUA). O combate, que promete ser o maior da história do MMA feminino, será válido pelo cinturão dos penas – que hoje pertence à Cyborg.

Um vídeo publicado por ufc (@ufc) em

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.