De ‘esquecido’ a desafiante! Poirier analisa reviravolta que o levou ao ‘title shot’

Poirier vai enfrentar Holloway quase sete anos após finalizá-lo – Reprodução/Instagram

Dustin Poirier esteve nas manchetes na última semana por ter pedido seu desligamento do contrato com o UFC. Insatisfeito com a falta de oportunidades, o americano parecia ter dado um ‘basta’ na sua relação com a maior organização de MMA do mundo. A ameaça, porém, deu resultado: na sexta-feira (22), o Ultimate definiu que ‘Diamond’ vai disputar o cinturão interino dos leves (70 kg) contra Max Holloway, atual campeão dos penas (66 kg). O anúncio mudou o humor de Dustin.

Em entrevista ao site ‘MMA Junkie’, o americano destacou que o convite para lutar no UFC 236, em 13 de abril, aconteceu em um momento oportuno, já que está em preparação física e técnica há quase dois meses. Ele afirmou não ter conhecimento sobre como surgiu a sua chance ao título interino, mas indicou que Tony Ferguson, favorito ao cargo de desafiante, deve ter recusado uma proposta do Ultimate.

“Não tenho certeza (de como isso aconteceu). Não sei. Não tomo as decisões. Não sei sequer o que aconteceu. Honestamente, nos últimos meses, eu fui mantido no escuro. Estou há sete semanas no Sul da Flórida, treinando. Não em um camp de treinamento para algo, mas apenas aprendendo e estando no tatame. Simplesmente senti que algo grande estava vindo e decidi ficar aqui. Fiz bem, porque recebi este chamado”, falou.

“Originalmente, eles queriam Max e Tony. Depois, me chamaram. Realmente, eles não tinham todo um planejamento. No último minuto, eles tentaram casar Max e Tony. E, então, eles me ligaram e disseram: ‘Se por alguma razão Max cair ou não aceitar, você luta contra Tony pelo cinturão interino. Se por alguma razão Tony não lutar, você enfrenta Max pelo interino’. Aparentemente, Tony não achou que era a luta certa na hora certa, ou alguma coisa aconteceu. Não sei a história exata. Estou tentando descobrir por que ele não aceitou, mas, honestamente, não me importo. Espero que tudo esteja bem com ele e com a família dele, espero que ele esteja saudável, mas esta é a minha oportunidade”, acrescentou.

Poirier venceu suas três últimas lutas, todas por nocaute técnico. Após derrotar Anthony Pettis, Justin Gaethje e Eddie Alvarez, ‘Diamond’ vai tentar encerrar a sequência de 13 lutas invicto de Max Holloway. ‘Blessed’, campeão dos penas, vai fazer o tão aguardado teste entre os leves já buscando o seu segundo cinturão. Os dois já se enfrentaram uma vez, em 2012, com o triunfo de Poirier por finalização.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *