Dana White muda de ideia e mira retorno de Holloway para os pesos-penas

Dana White é o presidente do UFC, a maior organização de MMA do planeta – Diego Ribas

Após Max Holloway defender com sucesso o cinturão dos pesos-penas (66 kg) do UFC contra Brian Ortega em dezembro do ano passado, Dana White, presidente da organização, declarou que gostaria que o havaiano migrasse para a divisão dos leves (70 kg). No entanto, depois que ‘The Blessed’ sucumbiu diante de Dustin Poirier nesse sábado (13), o dirigente voltou atrás e projetou que o campeão volte à sua categoria de origem.

Isso porque, durante a disputa pelo cinturão interino dos leves, Holloway não conseguiu ter a mesma efetividade que possuía nos golpes aplicados contra os pesos-penas. Deste modo, ele foi castigado por Poirier e perdeu quatro dos cinco rounds da luta principal do evento em Atlanta (EUA) – o que fez com que Dana White mudasse de opinião.

“Eu sempre quis ver como ele (Max Holloway) lutaria nos leves, (…) mas o que eu não esperava é que ele pareceria tão pequeno na divisão. Então, estou ansioso para ele voltar para os penas. (…) Ele é durão, é incrível, mas eu gostaria de vê-lo nos penas novamente. Na minha opinião, Poirier parecia muito maior do que ele”, ressaltou o presidente do UFC, em entrevista coletiva após o UFC 236.

Antes de sucumbir diante de Poirier, Max emendou 13 vitórias consecutivas no UFC. O havaiano conquistou o cinturão dos penas em 2017, ao bater José Aldo. Ao longo da carreira profissional no MMA, Holloway soma, até o momento, 20 triunfos e quatro derrotas no cartel.

1 comentárioDeixar comentário

  • Max Holloway é um ótimo lutador tem uma resistência muito boa .
    Mais concordo com o Dana na divisão que ele é campeão absoluto ele é o melhor com certeza .

    Parabéns ao UFC pelo melhor evento de artes marciais do mundo .