Dana White critica interrupção de árbitro em luta principal do UFC Sacramento

O presidente do UFC, Dana White, não demorou a se posicionar sobre a polêmica interrupção do árbitro Herb Dean na luta principal do evento realizado em Sacramento (EUA), na noite do último sábado (13). Respondendo a um questionamento de um seguidor no Instagram, o dirigente reprovou o que considerou uma paralisação precoce do combate entre Germaine de Randamie e Aspen Ladd.

As duas pesos-galos (61 kg) se enfrentaram em um confronto que pode ter decidido a próxima rival de Amanda Nunes, campeã da categoria e também dos pesos-penas (66 kg). Logo de cara, Ladd tentou encurtar a distância, uma vez que sua adversária tem a envergadura maior. De Randamie, porém, aproveitou a aproximação da rival para acertar um direto que a levou à lona.

Com a oponente no chão, Germaine desferiu mais um golpe. Enquanto Aspen tentava se levantar, ainda com olhar vidrado e perdido, Herb Dean entrou na frente da holandesa, interrompendo o combate e preservando a integridade física da americana. No Instagram, Dana foi sucinto ao classificar como “ruim” a atitude do árbitro.

De Randamie, de 35 anos, chegou a nove vitórias em 12 lutas de MMA. A ex-kickboxer só perdeu uma vez no Ultimate, justamente contra Amanda Nunes, atual campeã peso-galo. No duelo, realizado em 2013, a brasileira derrubou Germaine e acertou cotoveladas que encerraram o confronto ainda no primeiro round.