Dana White concorda com aposentadoria de McGregor: “Faz todo o sentido”

Dana White declarou entender as razões de Conor McGregor – Diego Ribas

Ninguém agita o mercado do MMA como Conor McGregor. E, na madrugada desta terça-feira (26), ‘The Notorious’ voltou a ser o nome mais falado do esporte ao anunciar, via Twitter, sua aposentadoria. E, enquanto boa parte dos fãs ainda digeria a notícia, Dana White, presidente do UFC, manifestou apoio à decisão do irlandês.

O dirigente declarou ao site ‘MMA Junkie’ que não tem objeções à ideia de Conor abandonar o MMA. De acordo com White, o sucesso da marca de uísque Proper nº 12 proporcionou mais trabalho a McGregor, que tem rodado o mundo fazendo promoção de sua bebida.

“Ele tem o dinheiro para se aposentar, e o uísque dele está muito bem. Faz todo o sentido. Se eu fosse ele, eu me aposentaria também. Ele está se aposentando da luta, não do trabalho. O uísque vai mantê-lo ocupado, e tenho certeza de que ele tem outras coisas a fazer. Tem sido muito divertido de ver. Ele conseguiu coisas incríveis no esporte. Estou muito feliz por ele e ansioso para vê-lo ser tão bem-sucedido fora do octógono quanto foi dentro”, declarou.

“Nós realmente nunca tivemos uma conversa ruim desde que Conor chegou ao UFC. Você sabe o que eu penso sobre aposentadorias: se você está dizendo isso… É porque você provavelmente deve fazê-lo. Nunca fiquei chateado com ninguém se aposentando. Quando um lutador ou lutadora sente que deve se aposentar, eu concordo que deva”, completou.

McGregor tem 30 anos e foi o primeiro lutador a conquistar, simultaneamente, dois cinturões do UFC: dos pesos-penas (66 kg) e dos pesos-leves (70 kg). ‘The Notorious’ é atualmente a principal estrela do Ultimate, tendo feito, inclusive, uma luta de boxe contra Floyd Mayweather, considerado o maior pugilista de sua geração. O último combate profissional do irlandês foi em outubro de 2018, quando perdeu para Khabib Nurmagomedov por finalização.