Dana White afirma que “problemas pessoais” afastam Tony Ferguson do UFC

Ferguson lutou pela última vez em outubro do ano passado – Diego Ribas

Tony Ferguson é um dos principais nomes do peso-leve (70 kg) do UFC. Entretanto, o desafiante número 1 da categoria verá o campeão dos penas (66 kg), Max Holloway, e o terceiro colocado da divisão, Dustin Poirier, disputarem o cinturão interino no dia 13 de abril, em Atlanta (EUA). E uma postagem do presidente do Ultimate, Dana White, parece explicar o motivo pelo qual ‘El Cucuy’ foi preterido.

Questionado por um seguidor no Instagram, o dirigente respondeu que a ausência de Ferguson não acontece por vontade do UFC. Sem entrar em detalhes, Dana escreveu que o ex-campeão interino não está em condições de ter um combate agendado neste momento.

“Tony está lidando com muitos problemas agora e não pode lutar. Espero que as coisas melhorem para ele e que ele possa voltar”, postou o cartola do Ultimate, segundo reprodução do site ‘Bloody Elbow’.

Aos 35 anos, Ferguson sustenta, desde 2013, uma invencibilidade de 11 combates. Entre suas vítimas no octógono, estão Edson Barboza, Rafael dos Anjos, Kevin Lee e Anthony Pettis — contra quem lutou em outubro do ano passado, em seu último compromisso com o UFC.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *