Cris ‘Cyborg’ acusa Amanda Nunes de fugir de superluta no UFC

Cris Cyborg venceu Yana Kunitskaya em sua última luta no octógono do UFC – Rigel Salazar

Enquanto não enfrenta Amanda Nunes no octógono, Cris ‘Cyborg’ trava uma batalha verbal contra a campeã peso-galo (61 kg) do UFC. Em comunicado enviado à reportagem da Ag. Fight, a detentora do cinturão peso-pena (66 kg) criticou o fato de a ‘Leoa’ ter aceitado o desafio feito por Holly Holm após a vitória sobre Megan Anderson, no UFC 225, no último sábado (9).

De acordo com Cyborg, Amanda foge de uma luta entre elas desde o fim do ano passado, quando o desafio feito pela ‘Leoa’ foi aceito por ela. De lá para cá, cada uma fez um combate — Cris contra Yana Kunitskaya e Nunes contra Raquel Pennington. Como as duas venceram, a peso-pena voltou a pedir uma superluta. No entanto, conforme indicou em seu Twitter, a baiana parece ter outros planos.

“Quando eu venci Holly Holm, ano passado, eu pedi uma luta contra Amanda no UFC 226 [em julho], depois de ela ter me desafiado. Eu escolhi uma data longe o suficiente para que ela ficasse pronta para uma nova categoria e para a luta ser promovida apropriadamente, a fim de que não houvesse desculpas. Infelizmente, não sou a matchmaker, e Amanda lutou contra Pennington no Brasil em vez de dar aos fãs a superluta neste verão [inverno, no Brasil]”, declarou.

“Agora, ela está alegando estar lesionada após a vitória dela, mas acho engraçado: depois de Holm tê-la desafiado, ela ficou magicamente saudável de novo. Essa situação toda me lembra Germaine de Randamie com a mão ano passado”, completou.

Cris continuou com as críticas a Amanda, alegando que a rival está tentando selecionar os casamentos de luta mais favoráveis ao seu jogo. A paranaense disse ainda que Nunes evita enfrentar a compatriota Ketlen Vieira, número 2 da divisão dos galos.

“Há muitos fãs que acham que Ketlen Vieira é a melhor peso-galo do Brasil, e não Amanda. Se ela vai defender o título dela nos 61 kg, acho interessante que ela queira uma adversária que está 2-4 nas últimas seis lutas, e não a brasileira invicta que está 10-0. Acho que isso diz muito aos fãs. Nunes está tentando ser a matchmaker, aceitando as lutas que ela acha que são os melhores encaixes para o estilo dela. Como é que você explica ela lutar contra Raquel Pennington em vez de fazer nossa superluta no UFC 226?”, ironizou.

Vieira, apontada por Cyborg como futura desafiante de Amanda, já fez quatro combate no UFC, vencendo Kelly Faszholz, Ashlee Evans-Smith, Sara McMann e Cat Zingano. Até o momento, a atleta da Nova União não tem luta marcada.

1 comentárioDeixar comentário

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.