Córner joga toalha, juiz não percebe e octógono é invadido por equipe; veja

Uma cena para lá de inusitada ocorreu no ‘German MMA Championship’ – evento alemão de artes marciais mistas. Durante o quarto round de um combate válido pelos pesos-penas (66 kg), um dos lutadores estava em uma posição de extrema superioridade, conhecida como montada, de onde desferia diversos golpes no rival. O córner do atleta em desvantagem jogou a toalha em sinal de desistência, mas o árbitro responsável pelo confronto não percebeu e uma verdadeira confusão se instaurou imediatamente (veja abaixo ou clique aqui).

Felix Schiffarth estava sendo castigado por Omer Solmaz e, com isso, viu seus treinadores decretarem o final do combate. No entanto, a posição em que a toalha caiu impedia que o juiz a percebesse e, por isso, o duelo prosseguiu. Após alguns instantes, quando perceberam que a luta não seria interrompida, membros do córner do atleta invadiram o octógono como forma de protesto.

Um dos treinadores de Felix chegou a empurrar o árbitro do combate, mas foi rapidamente contido por um membro da segurança da organização. E o que tinha tudo para se transformar em um caos, virou celebração. Após a invasão da equipe de Schiffarth, membros do time de Omer também entraram no cage, acompanhados do que pareciam ser torcedores, para comemorar o triunfo do ídolo local.

Com o resultado, Solmaz conquistou sua oitava vitória em sua trajetória como profissional de MMA, que conta apenas com um revés. Já Felix sofreu a primeira derrota de sua carreira, que já somava cinco triunfos até então.