Corey Anderson promete “dominar completamente” Johnny Walker no UFC 244

O americano é o atual número 7 do ranking dos meio-pesados do Ultimate – Diego Ribas

Johnny Walker detém um início avassalador dentro do Ultimate. Em seus três primeiros compromissos na liga, foram três vitórias por nocaute ainda no primeiro assalto. O desempenho dominante do brasileiro já faz a mídia especializada o apontar como uma possível estrela do UFC no futuro. No entanto, antes de almejar maiores voos na companhia, o meio-pesado (93 kg) tem um grande desafio pela frente, Corey Anderson. Rival deste sábado (2), o wrestler americano prometeu ser uma pedra no sapato da promessa da categoria.

Durante o ‘media day’ do UFC 244, realizado nesta quinta-feira (31), Corey contou, em entrevista exclusiva à equipe de reportagem da Ag Fight, como realizou sua preparação para encarar Walker. Ignorando o ‘boom’ de popularidade do brasileiro, o wrestler americano prometeu anular o jogo explosivo de trocação de seu adversário durante o confronto no ‘Madison Square Garden’, em Nova York (EUA).

“Johnny é bem chamativo, gosta de pular por aí, fazer coisas doidas, ganha muita atenção com suas joelhadas voadoras e golpes rodados. Ele faz as pessoas reagirem com: ‘Uau’. E muitas das vezes ele surpreende o rival dele por conta disso. Mas comigo, por conta do meu estilo, vou ficar bem fechadinho na guarda, esperando por aquela brecha para golpear ou levá-lo para o chão. Dominação, dominação completa. Vou derrubá-lo, controlar e dominar completamente do início ao fim, é isso que eu prevejo, porque é assim que eu treino”, previu Anderson, antes de falar sobre como se preparou para o confronto.

“Você vê muitas pessoas imprevisíveis e altas por aí no MMA. Para minha sorte, pude trabalhar com um grande striker do Brasil que é bem habilidoso, treinei com vários caras grandes em Nova York que também possuem um leque de golpes rodados e voadores. E eu falava: ‘Não se preocupem em imitar o Johnny, façam seu jogo. Joguem joelhadas voadoras cruzados rodados, não se acanhem em ser um bom sparring para mim, venham com tudo que eu vou me ajustar’”, completou o americano.

Assim como Walker, Corey também vem embalado por três vitórias seguidas no Ultimate – todas elas por decisão unânime dos juízes. Portanto, é plausível afirmar que o vencedor deste duelo se aproxima ainda mais de uma chance de cinturão, já que, antes mesmo do card deste sábado, Johnny e Anderson já eram apontados como possíveis desafiantes ao título de Jon Jones.