Contratado pelo UFC, ‘Malvado’ revela que quase ficou de fora do ‘Contender’

Antônio Trocoli garantiu contrato com o UFC após finalizar Kenneth Bergh no programa ‘Contender Series’ dessa terça-feira (9). E, apesar de ter dado praticamente tudo certo durante o combate do meio-pesado (93 kg) baiano, não se pode dizer o mesmo do caminho dele até lá. Isso porque, no aeroporto de Salvador, ele teve problemas ao embarcar e quase ficou de fora do reality show.

Em entrevista coletiva após o programa, que contou com a presença da reportagem da Ag. Fight (veja abaixo ou clique aqui), ‘Malvado’ relatou o atrito que teve com fiscais do aeroporto pouco antes de embarcar rumo aos EUA. E, ainda que tenha deixado a bagagem de mão com a maior parte do equipamento de treino no Brasil, Antônio mostrou que estava com o jiu-jitsu em dia e conseguiu a vitória no primeiro round.

“Quase fui preso no aeroporto. Eu vinha com a minha bagagem de mão e dois guardinhas lá invocaram e disseram que eu não iria viajar com a minha bagagem de mão, sendo que estava tudo certo com a minha bagagem. Invocaram comigo e eu já sou bastante estressado, sou brigão desde pequeno, quebrei a mala no aeroporto, quase não me deixaram embarcar”, explicou.

“Larguei a mala lá, vim sem mala de mão. Trouxe a bagagem, mas o meu material de trabalho ficou todo em Salvador. Não trouxe luva, bandagem, caneleira… A sorte foi que o protetor bucal estava na mala despachada, senão teria que comprar um aqui”, completou ‘Malvado’.

Aos 28 anos, Antônio chegou ao retrospecto de três vitórias consecutivas após o triunfo no Contender Series. Com isso, ele soma, até o momento, 12 resultados positivos nos 15 combates que realizou ao longo da carreira profissional como atleta de MMA.