Cláudio ‘Hannibal’ finaliza com a “ajuda do juiz” no UFC Londres

Cláudio ‘Hannibal’ mostrou jiu-jitsu muito superior do do rival Roberts – Scott Garfitt

Único brasileiro presente no card do UFC Londres, show realizado na capital inglesa neste sábado (16), Cláudio ‘Hannibal’ retornou ao octógono depois de quase um ano para vencer Danny Roberts e ampliar seu cartel para 13 vitórias (quatro delas no UFC) e apenas uma derrota.

Logo nos primeiros segundos, a estratégia do brasileiro ficou clara. Com fortes chutes altos, Claudio tentava minar o adversário para aproveitar qualquer oportunidade de se aproximar e levar disputa para o chão. E assim o duelo se desenrolou de forma dinâmica, agressiva e dramática.

Muito melhor no chão, o brasileiro alternou quedas, montadas, pegadas pelas costas e diversas tentativas de finalização. No entanto, a defesa de Danny Roberts estava em dia e o atleta britânico, repetidamente, escapava a medida que voltava o combate em pé e atordoava o rival com cruzados e diretos que quase o levaram a nocaute em três oportunidades.

No terceiro e último round, uma chave de braço deu números finais à disputa de uma forma inusitada. Afinal, assim que escapou da tentativa de finalização, o inglês viu o árbitro interromper o confronto alegando que o ouviu desistir da luta verbalmente. Por sua vez, o atleta negou veementemente enquanto segurava o choro no octógono.

“Eu estava ok. Sim, eu devo ter feito barulho, mas eu estava pronto para lutar”, afirmou, acrescentando nova polêmica ao evento.

Decisão controversa

O clássico local envolvendo os representantes do País de Gales Jack Marshman e John Phillips terminou de forma polêmica e com vaias. Depois de começar pior, Jack evitou a luta franca e impôs seu ritmo, garantindo o triunfo por decisão dividida dos jurados. A torcida, por sua vez, preferiu a agressividade do oponente e não tardou em demonstrar sua insatisfação com a papeleta dos jurados.

Acompanhe os resultados do UFC Londres:

Cláudio ‘Hannibal’ finalizou Danny Roberts no 3º round;
Jack Marshman venceu John Phillips por decisão dividida;
Arnold Allen venceu  Jordan Rinaldi por decisão unânime;
Marc Diakiese venceu Joseph Duffy por decisão unânime;
Saparbek Safarov venceu Nicolae Negumereanu por decisão unânime;
Dan Ige finalizou Danny Henry no 1º round;
Molly McCann venceu Priscila ‘Pedrita’ Cachoeira por decisão unânime;
Mike Grundy nocauteou Nad Narimani no 2º round.