‘Canelo’ Alvarez conquista prêmio ‘ESPY’ de melhor boxeador do ano

Saul ‘Canelo’ Alvarez conquistou o ESPY – Tom Hogan-Hoganphotos/Golden Boy/Divulgação

Na noite dessa quarta-feira (10), em Los Angeles (EUA), a emissora ‘ESPN’ americana contemplou os melhores atletas nos mais diferentes esportes com o prêmio ‘ESPY’. E o mexicano Saul ‘Canelo’ Alvarez, atual detentor dos cinturões da Associação Mundial de Boxe (WBA), do Conselho Mundial de Boxe (WBC) e da Federação Internacional de Boxe (IBF), foi eleito o pugilista do ano.

O campeão peso-médio (72,6 kg) conquistou o ESPY após deixar para trás Vasily Lomachenko, Oleksandr Usyk e Terence Crawford na votação popular. Por meio de comunicado enviado pela assessoria de imprensa da ‘Golden Boy Promotions’, empresa que administra a carreira de Canelo, o mexicano comemorou.

“Quero agradecer ao prêmio ESPY por ter me nomeado como melhor boxeador do ano. E, mais do que tudo, quero agradecer aos fãs por me permitirem vencer. Estou muito agradecido. Obrigado. E trabalharemos ainda mais. Se Deus quiser, continuaremos fazendo as melhores lutas e continuarei sendo o melhor boxeador. Obrigado a todos, aos meus fãs, a todas as pessoas no ESPYS. Seu amigo Canelo envia suas saudações!”, agradeceu.

Quem também se manifestou em favor da conquista de Canelo foi Oscar De La Hoya, empresário do lutador e presidente da Golden Boy Promotions. O ex-boxeador que, inclusive, já ganhou os prêmios da ESPY nos anos de 1999 e 2006, disse estar satisfeito com o sucesso de seu atleta e o parabenizou pela conquista.

“Pessoas de todo o mundo estão reconhecendo o que temos dito há anos: Canelo Alvarez é o melhor pugilista do mundo. Além de ser o rei na categoria dos médios, Canelo é também a maior estrela do boxe. Ele personifica uma mistura perfeita de força, habilidade, coragem e marketing que o transformou em uma estrela de destaque. Em nome de todos na Golden Boy, Agradecemos ao prêmio ESPY. Parabéns, campeão!”, congratulou.

Outro lutador a ser contemplado com o ESPY este ano foi Daniel Cormier, campeão dos pesos-pesados do UFC. Para tanto, o americano teve que superar Amanda Nunes, Henry Cejudo e Israel Adesanya na votação popular.