Brasileiros dão show e conquistam vitórias em evento de ‘jiu-jitsu com tapas’

Yuri Simões foi uma das principais estrelas do evento – Reprodução / Instagram

Ex-campeões do ADCC – maior torneio de luta agarrada do mundo -, Yuri Simões e Beatriz Mesquita confirmaram seus favoritismos e saíram com a vitória em um evento de grappling que também permite golpes de mão aberta. Realizado nessa sexta-feira (22), na Califórnia (EUA), o ‘Combat Jiu-Jitsu Fight Night’ premiou o lutador brasileiro com o título de campeão do torneio na modalidade ‘Absoluto’, em que não há limite de peso. Já ‘Bia’, derrotou Kayla Petterson em luta válida pela divisão de 65,8 kg.

Yuri começou a trajetória rumo ao topo com a vitória sobre Stephen Martinez, por decisão, que o credenciou a enfrentar Jon Blank na final do torneio de jiu-jitsu com tapas. Durante a disputa, Simões conseguiu encaixar uma chave de joelho em seu adversário, e conquistou o campeonato. ‘Bia’, por outro lado, lutou apenas uma vez no evento, mas dominou o duelo contra Petterson do início ao fim, e finalizou a americana com uma chave de braço.

Inicialmente agendado para protagonizar o evento, Fabrício Werdum foi retirado do card após seu oponente Gordon Ryan se lesionar. O ex-campeão dos pesos-pesados do UFC está afastado do octógono desde abril de 2018, quando foi flagrado em um exame surpresa aplicado pela USADA (agência antidoping americana) e recebeu uma punição de dois anos de suspensão.