‘Borrachinha’ ironiza ‘Mutante’: “Rivalidade é contra quem está no mesmo nível”

‘Borrachinha’ tem sido visado por ‘Mutante’ em suas declarações – Lais Rechenioti

Nos últimos meses, Paulo ‘Borrachinha’ e Cezar ‘Mutante’ têm subido o tom da troca de farpas. Mas, pelo menos do ponto de vista do número 15 da categoria dos médios (84 kg), não há por que falar em rivalidade, pois os dois não estão no mesmo patamar. Em entrevista a jornalistas da qual a Ag.Fight participou, após a pesagem do UFC 224, na última sexta-feira (11), ‘Borrachinha’ ironizou as declarações do campeão do ‘TUF Brasil 1’.

“Para mim, não tem rivalidade contra ele. Existe rivalidade contra quem está no mesmo nível. Ele está patinando ainda. Tem que se firmar ainda na organização, mostrar que merece estar aqui mesmo, que pode estar entre os melhores. Tem tanto tempo que ele está na organização e nem ranqueado ele está. É uma tentativa desesperada dele de tentar aparecer na mídia. Rivalidade eu tenho com quem está ranqueado, com quem está brigando pelo título – como eu estou -, com quem está tendo bons resultados”, declarou.

Curiosamente, no dia seguinte à entrevista, Cezar finalizou Karl Roberson e, aos microfones do UFC, atacou ‘Borrachinha’. “Seu pela saco, não esqueci de você não. Vou te quebrar todo”, provocou.

Segundo Paulo, porém, passar a ser visado pelos adversários é “normal”. O peso-médio afirmou acreditar, inclusive, que Mutante não será o único a tentar desenvolver uma rivalidade com ele. “Quando você começa a aparecer, você começa a ser atacado. É como diz o ditado: ninguém joga pedra em árvore que não dá frutos. É normal, vai acontecer com vários outros”, falou.

Ele ainda detalhou a lesão que adiou o duelo contra Uriah Hall. A luta estava marcada para 21 de abril, no UFC Atlantic City, e acabou ficando para o UFC 226, em 7 de julho. “Eu tive uma ruptura parcial do tendão do bíceps. Começou com uma lesão pequena e quando ficou insuportável, eu fui fazer o exame e já estava em quase 40%. Foi bom que descobri a tempo e não precisou de intervenção cirúrgica, só seis semanas de fisioterapia. Estou no trabalho de fortalecimento e segunda já volto a treinar. Aconteceu sete semanas atrás, faltavam trinta dias pra luta. Eu não poderia cometer essa irresponsabilidade de ir pra luta machucado”, explicou.

Invicto em 11 lutas, ‘Borrachinha’ tem três vitórias no UFC: contra Garreth McLellan, em março de 2017, Oluwale Bangbose, em junho, e Johny Hendricks, em novembro do mesmo ano.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.