Bibiano Fernandes recebe homenagem da Assembleia Legislativa do Amazonas

Bibiano é o atual campeão peso-galo do ONE – Mauro Smith/Divulgação

Bibiano Fernandes recebeu, na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas, uma homenagem por levar o nome da unidade da Federação ao mundo. O campeão peso-galo (66 kg) do ONE Championship foi presenteado com uma placa que festeja a sua vitoriosa carreira como lutador de MMA.

O manauara fez quase toda a sua carreira na Ásia, onde se sagrou campeão primeiro do extinto evento DREAM e depois do ONE. Ele é também o atleta que mais teve defesas de cinturão na organização que hoje tem entre suas estrelas os ex-UFC Eddie Alvarez e Demetrious Johnson.

“Certamente, vivi um dos dias mais especiais em minha trajetória. Estou na luta há muitos anos, e a luta é diária. Ela não é fácil, é sempre difícil de ser vencida. Mas o que a luta não sabe é que nós, o povo manauara, somos ainda mais fortes que ela. É difícil cairmos, e quando isso acontece, logo nos levantamos. Tenho orgulho de quem sou, do meu povo e do meu chão”, disse Bibiano, emocionado, de acordo com nota enviada por sua assessoria de comunicação.

O discurso do campeão do ONE destacou a satisfação de ser exemplo para jovens do Amazonas. Segundo Bibiano, a sua história deve servir como referência para os amazonenses que têm grandes sonhos.

“Só pude estar aqui porque decidi vencer, porque decidir trilhar os melhores caminhos da vida: o caminho do esporte e dos estudos. Quero ser espelho para quem quer ser um campeão, seja dentro do cage ou em qualquer outra profissão. Quero que as pessoas me olhem e acreditem que elas também são capazes, porque eu fui capaz, e não sou melhor do que ninguém. Quero que as crianças e jovens do Amazonas acreditem nelas próprias. Elas são o nosso futuro, e só através delas construiremos um lugar melhor para se viver”, falou.

Aos 39 anos, Bibiano ainda não tem luta marcada. Em março, ele reconquistou o título peso-galo ao derrotar Kevin Belingon. O filipino o havia vencido em novembro do ano passado.