Aposentado, St-Pierre sai oficialmente da lista de testes da USADA

St-Pierre pendurou as luvas no últiDiego Ribas

Georges St-Pierre deu o passo definitivo em relação à sua aposentadoria. No fim de semana do UFC 235, em Las
Vegas (EUA), o vice-presidente de Saúde e Performance da organização, Jeff Novitzky, informou a imprensa de
que o canadense oficializou sua retirada da lista de exames antidoping da USADA (agência antidoping americana)
— o que o impede de competir no Ultimate.

‘GSP’ anunciou que não é mais um lutador profissional duas semanas atrás, em uma entrevista coletiva em
Montreal (CAN). A saída da relação implica, para retornar ao octógono, um aviso com pelo menos um semestre de
antecedência, conforme explicou Novitzky.

“Ele está fora (da lista). Ele me enviou um aviso escrito de que está aposentado e fora da lista registrada de
testes. Se ele voltar, precisa retornar (à lista) seis meses antes de competir”, disse.

Aos 37 anos, St-Pierre encerrou a carreira como um dos atletas mais bem-sucedidos da história do MMA. O
canadense foi o mais longevo campeão dos meio-médios (77 kg), aposentou-se em 2013 e retornou ao esporte em
2017, derrotando Michael Bisping na disputa do título médio (84 kg) do Ultimate. Depois de conquistar o cinturão, porém, precisou se afastar novamente para se curar de uma colite ulcerosa.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *