Após vitória, russo pede luta pelo cinturão contra vencedor de Holloway e Volkanovski

No último sábado (9), Zabit Magomedsharipov derrotou o duro Calvin Kattar na luta principal do UFC Rússia e se aproximou ainda mais de uma possível disputa pelo cinturão peso-pena (66 kg) da organização. Ainda no octógono, o russo não perdeu tempo e pediu para enfrentar o vencedor do confronto, válido pelo título da categoria, entre o campeão Max Holloway e o desafiante Alexander Volkanovski, que acontece no dia 14 de dezembro, em Las Vegas.

Ainda que tenha caído de rendimento no último assalto e sofrido com a pressão de Calvin Kattar, Zabit Magomedsharipov mostrou mais uma vez que é um dos melhores lutadores do peso-pena no Ultimate. Com seis vitórias e nenhuma derrota desde que estreou no UFC em setembro de 2017, o russo – atual quinto colocado no ranking da categoria – pode ter o caminho para uma disputa de cinturão encurtado pelo fato de José Aldo e Frankie Edgar, ambos à sua frente na lista, terem mudado de divisão.

“Eu estou 6-0 no UFC, e obviamente gostaria de encarar o vencedor de Holloway contra Volkanovski. Eu prometo que se eu conseguir essa luta, eu vou estar pronto para cinco rounds. Não fui capaz de me preparar completamente para essa luta porque tive infecção por estafilococos, mas eu prometo que vou estar melhor na próxima”, declarou Zabit.

Zabit Magomedsharipov, de 28 anos, é uma das maiores esperanças russas para conquistar mais um título do UFC para o país, que atualmente tem em Khabib Nurmagomedov – campeão peso-leve (70 kg) – seu único representante detentor de um cinturão da organização. Em 19 combates profissionais, o peso-pena possui apenas uma derrota em seu cartel, para Igor Egorov, em 2013, pelo evento ‘ProFC’.