Após saída turbulenta do UFC, Cris ‘Cyborg’ assina com o Bellator

Após receber ofertas de diversas ligas, Cyborg optou por competir no Bellator – Rigel Salazar

Finalmente chegou ao fim a novela que envolvia a brasileira Cris ‘Cyborg’. Desde que deixou o Ultimate, a ex-campeã peso-pena (66 kg) fez mistério sobre qual organização seria sua próxima casa em seguida. No entanto, nesta terça-feira (3) Scott Coker, presidente do Bellator, rompeu o silêncio e anunciou que a atleta da ‘Chute Boxe’ é o mais novo reforço de sua companhia.

Através de suas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui), o cartola da liga americana divulgou um vídeo em que Cris comemora a nova parceria. Aos 34 anos, a brasileira já traçou uma nova meta para sua carreira: ser campeã em quatro grandes organizações diferentes. Cyborg já foi campeã do Invicta FC, do StrikeForce e também do Ultimate. Caso se torne rainha dos pesos-penas (66 kg) também no Bellator, seu objetivo será alcançado.

“Ei meus fãs, estou muito feliz em anunciar que fiz uma parceria com Scotto Coker e Viacom e lutarei no Bellator. Lá tem muitas lutadoras na categoria dos pesos-penas (66 kg), isso significa que vocês muitas lutas por ano, estou muito feliz com isso. Meu objetivo agora é ser a única lutadora a conquistar quatro títulos em grandes organizações na mesma categoria. Com o apoio de vocês, sei que posso alcançar isso. Nação Cyborg, bem-vindos ao Bellator”, declarou a curitibana.

Com o anúncio, a brasileira desvincula de vez sua imagem com a do UFC – de onde a ex-campeã saiu em meio a uma relação turbulenta, principalmente com Dana White, mandachuva da liga. Agora resta saber quando será a data de estreia de Cris no Bellator para os fãs brasileiros verem a lenda do esporte em ação novamente.

De acordo com o release enviado pela assessoria do Bellator, Cristiane ‘Cyborg’ assinou o maior contrato feminino da história do MMA. Sem detalhes, o text garante que a brasileira terá vínculo com o show por múltiplos anose múltiplas disputas.