Após provocações, Dana White afirma que “adoraria” ver luta entre Jones e Adesanya

Dana White enxerga um grande futuro no jovem atleta nigeriano – Diego Ribas

Dias antes da realização do UFC 236, uma inesperada rivalidade foi criada entre Israel Adesanya e Jon Jones. Tudo começou com o peso-médio (84 kg) usando a vitória sobre Anderson Silva para mandar um recado para o campeão meio-pesado (93 kg) – que não deixou barato e retrucou à altura. E, após a troca de farpas, Dana White revelou que tem interesse no possível confronto entre ‘Bones’ e ‘The Last StyleBender’.

Após o evento sediado em Atlanta (EUA), Israel minimizou o assunto ao dizer que agora o momento é dele, e não de outros rivais. Já o chefão do Ultimate se mostrou empolgado para a realização dessa superluta no futuro. No entanto, Dana não deixou de ressaltar que o nigeriano precisa focar em sua categoria de peso por enquanto.

“Sei que ele e Jon Jones têm se provocado, e olha, se ele ganhar, tornar-se o campeão peso-médio linear, obviamente que eu adoraria ver ele e Jones lutando. Mas veremos como as coisas se desenrolam. Porque mesmo que o Israel lute contra o Whittaker e vença, há outros caras que estão na fila pelo cinturão. Se o ‘Jacaré’ continuar vencendo e não ganhar uma chance pelo título, é capaz de ele me matar. Mas essa (possibilidade) de uma luta contra o Jon Jones estará sempre ali para Israel, não importa o que aconteça”, revelou White, em entrevista ao site ‘MMA Junkie’. “(Adesanya) tem o Whittaker para se preocupar agora. Whittaker é um cara duro, maior que Kelvin e que bate mais forte. Ele (Israel) precisa focar nele agora”, enfatizou o presidente do Ultimate.

Com a vitória sobre Kelvin Gastelum, Adesanya deve encarar Robert Whittaker pela unificação da divisão até 84 kg. O duelo provavelmente sairá do papel apenas no segundo semestre, já que o australiano se recupera de lesão e Israel travou uma batalha sangrenta de cinco rounds no último sábado (13). Já Jones tem compromisso oficializado no UFC. O americano defende seu cinturão no dia 6 de julho contra o brasileiro Thiago ‘Marreta’.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *