Após finalização no UFC Wichita, ‘Capoeira’ pede luta contra ‘top-5’ no Rio

Elizeu ‘Capoeira’ quer voltar logo ao octógono – Leandro Bernardes

Elizeu ‘Capoeira’ não quer ficar parado. O brasileiro, que finalizou Curtis Millender no UFC Wichita, no último sábado (9), pediu uma vaga no card do UFC 237, que será realizado no Rio de Janeiro, no dia 11 de maio. Sem ter sofrido nenhum golpe nos 2min35s de combate, o paranaense iniciou uma campanha para enfrentar um atleta bem ranqueado no evento carioca.

‘Capoeira’ conseguiu a sua primeira finalização desde que estreou no Ultimate, em 2015. O triunfo sobre Curtis representou também a sua sétima vitória consecutiva. Por isso, o brasileiro reforçou, em entrevista ao site ‘MMA Junkie’, o pedido por adversários de maior renome no show do Rio.

“Agora, é falar com o matchmaker, ver o que ele pode fazer por nós. Pedir algum nome, sinceramente, não quero pedir. Quero que seja alguém do top-5 e, quem sabe, estar lutando no Rio de Janeiro, no da 11 de maio”, declarou, ressaltando que se preparou para uma luta dura, mas não deixou passar a chance de encerrar o combate.

“Sinceramente, eu achei uma oportunidade em um golpe que ele se adiantou muito, achei que seria o caminho, e deu tudo certo. Vim para fazer uma luta pegada com ele, vim para fazer a ‘Luta da Noite’ com ele, mas MMA é isso: é oportunidade. Às vezes, você precisa de um golpe só para terminar a luta. E foi o que eu tentei fazer”, acrescentou.

Enquanto muitos concorrentes ao cinturão — como Colby Covington e Ben Askren, por exemplo — estão tentando se notabilizar também pelas declarações polêmicas e um marketing pessoal agressivo, ‘Capoeira’ mantém um estilo mais concentrado na parte esportiva do MMA. E, aos poucos, o brasileiro tem conseguido seu espaço.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *