Após falha na balança, Carlos Diego salva Brasil no card preliminar do UFC Praga

Nada como um dia após o outro na carreira do brasileiro Carlos Diego Ferreira. Depois de ser flagrado em um exame antidoping em 2016 e ficar dois anos afastado das competições, o peso-leve (70 kg) anotou dois triunfos na temporada 2018 e, neste sábado (23), no card preliminar do UFC Praga, garantiu mais uma vitória para o seu cartel diante do russo Rustam Khabilov.

Melhor em pé, Carlos ditou o ritmo das ações e ainda imprimiu vantagem nos momentos em que a disputa foi para o chão. No final do primeiro assalto, por exemplo, um estrangulamento partino do crucifixo não deu números finais ao combate apenas porque o gongo salvou seu oponente.

Com tamanho domínio, o brasileiro foi apontado vencedor por decisão unânime dos jurados. Com quatro triunfos seguidos no UFC, Carlos valorizou seu passe e, não fosse a falha na balança que lhe custou 20% de sua bolsa, poderia pleitear oponentes de mais peso em sua próxima apresentação no octógono.

Tropeço

Também na parte inicial do evento, Michel ‘Trator’ foi surpreendido pelo jovem austríaco Ismail Naurdiev. Apesar de começar melhor e acertar mais golpes em pé, o brasileiro gastou energia para derrubar o oponente e já no final do assalto inicial dava sinais de cansaço.

Mais alto e especialista em wrestling, Naurdiev, de apenas 22 anos, passou a evitar as tentativas de ataques do rival e tratou de levantar rapidamente depois das quedas sofridas. Desta forma, Trator, 15 anos mais velho, sentiu a diferença de preparo físico e terminou a disputa apenas se defendendo.

Veterano, o brasileiro colecionou sua terceira derrota na carreira, em cartel que conta com 26 vitórias, e deu adeus à sequência de oito triunfos no octógono. Por sua vez, Ismail Naurdiev estreou com vitória no maior evento de MMA do mundo e ampliou seu cartel para 17 triunfos e apenas dois revezes.

Acompanhe os resultados do UFC Praga:

Ismail Naurdiev venceu Michel ‘Trator’ Prazeres por decisão unânime;
Carlos Diego Ferreira venceu Rustam Khabilov por decisão unânime;
Damir Ismagulov venceu Joel Alvarez por decisão unânime.