Após falha de T.J. em antidoping, McGregor provoca: “Chamei de ‘cobra’ muito antes”

Conor McGregor atualmente cumpre suspensão pela confusão no UFC 229 – Diego Ribas

Conor McGregor é famoso pelas provocações a outros atletas do UFC, e o alvo do irlandês desta vez foi T.J. Dillashaw. Após o campeão peso-galo (61 kg) ter revelado, nessa quarta-feira (20), um flagra em um exame antidoping, ‘The Notorious’ recordou de já ter avisado que o americano seria uma “cobra”. E, por isso, ele se colocou no mesmo patamar do santo padroeiro da Irlanda.

Por meio de publicação no Twitter (veja abaixo ou clique aqui), McGregor escreveu: “Eu o chamei de ‘cobra’ muito antes. Sou o novo São Patrício”. Conhecido na Irlanda como ‘St. Patrick’, o santo padroeiro do país está relacionado a uma crença popular que atribui a ele o desaparecimento das cobras da ilha onde se localiza a nação.

E tudo isso porque, em 2015, durante uma das edições americanas do ‘The Ultimate Fighter’ (TUF), Conor alertou ao outro técnico do programa, Urijah Faber, que Dillashaw seria uma “cobra na grama” e que poderia traí-lo. Logo em seguida, T.J. trocou a academia Team Alpha Male – da qual o ex-lutador do Ultimate é o líder – pelos treinos comandados por Duane Ludwig.

Liberado para voltar ao octógono a partir de abril, McGregor ainda não possui o próximo adversário definido na organização. O irlandês foi suspenso por seis meses em decorrência de participação na briga generalizada após a luta contra Khabib Nurmagomedov, em outubro. Ao longo da carreira profissional no MMA, Conor somou 21 triunfos e quatro derrotas.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *