Após conquistar título mundial de boxe, Andy Ruiz é recebido por presidente mexicano

Há exatos dez dias, Andy Ruiz chocou o mundo ao nocautear o então invicto Anthony Joshua e conquistar quatro títulos das principais organizações dos pesos-pesados: Federação Internacional de Boxe (IBF), Organização Mundial de Boxe (WBO), Associação Mundial de Boxe (WBA) e Organização Internacional de Boxe (IBO). O triunfo tão significativo que o ‘gordinho’ teve a honra de visitar o presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, e exibir seus cinturões (veja abaixo ou clique aqui).

O curioso é que o peso-pesado não visitou Donald Trump, presidente dos EUA, na Casa Branca – Ruiz possui dupla nacionalidade, é americano e também mexicano. Nascido na ‘Terra do Tio Sam’, o pugilista é filho de imigrantes do México e, talvez por conta de seu histórico familiar, tenha optado por não se encontrar com o chefe de Estado – que, através de seus decretos, dificulta a entrada de imigrantes no país.

“Querido presidente López Obrador é uma honra e um sonho tornado realidade poder compartilhar este momento com você. Obrigado pela hospitalidade e por nos receber no México. Miguel, obrigado por facilitar esta reunião com o presidente”, escreveu Andy, através de suas redes sociais.

Após superar o campeão olímpico Joshua, Ruiz admitiu que pretende conceder uma revanche ao seu rival inglês. No entanto, caso o confronto não saia do papel, o mais provável seja que o gordinho encara Deontay Wilder, dono do cinturão do Conselho Mundial de Boxe (WBC) dos pesos-pesados, em um combate que unificasse os títulos.