Após confusão ao vivo, Colby Covington critica postura de Bisping: “Vergonha para o esporte”

Colby insultou Michael Bisping após confusão em programa de TV – Leandro Bernardes

Colby Covington definitivamente não tem limites quando se trata de declarações polêmicas. Depois da discussão que protagonizou em um programa da ‘Fox Sports 1’ após o UFC 225 com o recém-aposentado Michael Bisping, comentarista do canal, o falastrão voltou a soltar o verbo e alfinetar o ex-campeão dos médios (84 kg).

A troca de farpas gerou críticas à Bisping até mesmo por parte de membros do evento. Em sua conta no ‘Twitter’, o comentarista oficial do UFC Jon Anik classificou a entrevista como “vergonhosa”, dizendo que não era papel do britânico bater boca com um lutador que acabou de conquistar o cinturão do show.

Em entrevista a ‘Radio MMA Junkie’, o campeão interino dos meio-médios (77 kg) definiu a participação de Bisping no programa como uma “piada” e “vergonha para o esporte”. “Ele precisa baixar a bola e não tentar roubar meus holofotes. Este é meu holofote. Se ele tem sentimentos pessoais ou não, ele precisa deixar isso de lado. Esse foi o meu momento. No final do dia, isso não é um truque. Eu sou o americano de aço”, disse Covington.

Com relação ao seu estilo provocador e as possíveis críticas que essa postura recebe, Colby se mostra tranquilo: “As pessoas podem dizer o que quiserem de mim, mas eu sou um verdadeiro profissional, estou sempre no peso, faço sempre o que o UFC me pede para fazer. Eu lido com isso a minha carreira inteira, pessoas dizendo que minhas declarações fazem mais efeito que minhas lutas, mas vocês viram sábado a noite que são minhas lutas que propiciam meu ‘falatório’, não tenham dúvidas disso”, afirmou o americano.

Ainda inconformado com Michael Bisping, Colby usou seu patriotismo para atacar o britânico, ironizando o fato dele ter sido nocauteado pelo ex-lutador americano Dan Henderson. “Aquela pequena v**** de um olho deveria ter percebido o que aconteceu na última vez em que ele mexeu com o vermelho, branco e azul: o veterano americano Dan Henderson o deixou inconsciente”, alfinetou o campeão.

Com o triunfo sobre Rafael dos Anjos em Chicago, o lutador conquistou sua 14ª vitória no MMA, com a incrível marca de apenas uma derrota em seu cartel. Colby tem como objetivo o cinturão linear, que atualmente pertence ao americano Tyron Woodley.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.