Apesar de ter perdido cinturão interino, Ferguson garante que ainda é o campeão dos leves

Tony Ferguson conquistou o cinturão interino dos leves em outubro passado – Diego Ribas

Às vésperas do UFC 223 – evento realizado no dia 7 de abril, em Nova York (EUA) –, Tony Ferguson se lesionou e precisou se retirar do card para fazer uma cirurgia no joelho. Sem a participação do americano no main event, Khabib Nurmagomedov aceitou um confronto com Al Iaquinta de última hora e se tornou o novo campeão dos leves (70 kg). Apesar de o UFC garantir que o russo é o único campeão da categoria – e, portanto, que ‘El Cucuy’ perdeu o cinturão interino –, o americano garantiu que não foi destituído oficialmente.

Ainda em processo de recuperação da cirurgia no joelho, Ferguson se colocou a disposição para enfrentar o atual campeão dos leves no final desse ano – mesma data que Nurmagomedov sugeriu para a sua primeira defesa. No entanto, caso volte ao octógono, o próximo desafiante do russo provavelmente será Conor McGregor. Em entrevista ao site americano ‘ESPN’, El Cucuy reclamou da possibilidade de o irlandês ser o próximo a disputar o título e exigiu que o seu próximo contrato fosse nos mesmos termos do que assinou para a edição 223 do show.

“O médico me disse que a minha recuperação estará completa de três a seis meses com esse procedimento. Mas me curo rápido. Quando o covarde do Khabib quiser voltar, estarei de volta. Acredito que em novembro. O UFC disse que o meu cinturão seria retirado e que Khabib seria o único campeão dos leves. Mas o UFC não falou nada oficial para o meu empresário. Até onde eu sei, ainda sou o verdadeiro campeão dos leves. Nunca perdi o meu cinturão”, prometeu o americano.

“Isso é mostrar o dedo do meio para o ‘T-Ferg’ aqui. É um grande chute no meu saco se eles fizerem isso [darem a disputa de cinturão para McGregor]. O UFC se preocupa com os seus lutadores? Sou um dos melhores, não me chute quando estou por baixo. Perdi o pay-per-view, minha bolsa, um grande pagamento. Perdi muitas coisas nos bastidores. Eles têm que me dar o meu cinturão de volta ou me dar um contrato nas mesmas circunstâncias. Mereço isso”, acrescentou.

Ainda não há qualquer confirmação de quem será o primeiro desafiante de Nurmagomedov. No entanto, Dana White garantiu que apesar do irlandês ter sido destituído do posto de campeão linear, ele seria o primeiro na fila de uma disputa de título quando voltasse ao MMA. A última atuação do ‘Notorious’ no octógono foi em novembro de 2016, justamente quando conquistou o cinturão dos leves.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.