Anthony Pettis descarta duelo contra Askren: “Eu passaria vergonha”

Anthony Pettis tentará conquistar o sucesso de outrora, agora nos meio-médios – Diego Ribas

Anthony Pettis dará um passo ousado em sua carreira como atleta de MMA neste sábado (23), no UFC Nashville. Ex-campeão dos pesos-leves (70 kg) do Ultimate, o americano subirá de categoria e, logo de cara, enfrentará o número 3 do ranking dos meio-médios (77 kg): Stephen Thompson. E agora, na nova divisão, ‘Showtime’, como é conhecido, pode medir forças com velhos conhecidos – apesar de ele não ter demonstrado interesse em fazer isso.

Isso porque o ex-campeão Tyron Woodley e Ben Askren são seus parceiros de treino na academia ‘Roufusport’. Então, uma possível recusa de combate com um desses oponentes seria provavelmente uma tentativa de evitar enfrentar amigos de equipe, certo? Errado. De acordo com ‘Showtime’, uma luta contra Askren está fora de cogitação por outro motivo – um bem inusitado de se admitir em público.

“Dois dos três (melhores) são meus parceiros de treino. Nunca lutaria com o Ben Askren, Eu me pouparia de passar vergonha, o cara é um monstro. Quando treino com Ben e com Tyron, quando estou com 70 kg, percebo que eles são mais fortes que eu, mas fora do camp, com peso natural, me sinto à vontade. (Askren) é um animal. Quando estava nos 70 kg, ele que me ajudou a me preparar para caras como Ben Henderson, entre outros. É o tipo de cara que você não consegue se livrar nunca. Eu o acertei com um chute rodado uma vez, bem no peito, dava para ver que ele estava machucado. Mas mesmo assim ele me deu um ‘double leg’, me quedou e aplicou o ‘ground and pound’. Ele é um cara bem durão”, afirmou Anthony, ao site ‘MMA Fighting’, aparentando uma honestidade poucas vezes vista no esporte.

No entanto, por mais que ‘Showtime’ não queira encarar um companheiro de equipe, uma vitória contra Thompson pode colocá-lo em rota de colisão com um de seus ‘parceiros’. Afinal de contas, ao menos na teoria, um triunfo neste sábado alçaria Pettis ao topo da divisão até 77 kg – onde estão Askren, sexto colocado, e Woodley, número 1 do ranking.