Amanda Nunes critica treinador que obrigou adversária a lutar lesionada

Raquel acabou nocauteada no 5º e último assalto do UFC Rio – Leandro Bernardes/ Ag Fight

No intervalo do quarto para o quinto assalto da luta principal do UFC Rio, evento realizado nesse sábado (12), Jason Kutzum, um dos treinadores de Raquel Pennington roubou a cena de forma negativa. Ao ouvir sua atleta pedir para interromper a luta afirmando que não queria mais continuar, ele se negou e a convenceu a retornar ao combate contra Amanda Nunes. Tal atitude se tornou alvo de críticas inclusive por pate da campeã dos pesos-galos (61 kg).

Durante entrevista coletiva após o evento, Amanda afirmou que a postura do técnico foi triste, uma vez que ele não pensou na saúde da americana. Curiosamente, Raquel carrega o apelido de Rocky em função do seu poder de resistência, o que atesta a veracidade do grau da lesão em seu nariz.

“É triste, porque ele poderia evitar. Ela foi para o Hospital agora e pode ser uma lesão grave. A Nina [Ansaroff, namorada de Amanda] mandou mensagem e se ela [Raquel] precisar, estou aqui. Mas é triste. Se ela não tinha condição, não pode lutar. O treinador tem que jogar a toalha. O meu não deixaria isso acontecer”, afirmou apontando para Marcus ‘Conan’, líder da academia America Top Team.

Em vídeo compartilhado na internet, é possível ver o momento em que Raquelse levanta do banco e, apoiada na grade, afirma: “Acabou, eu quero que acabe”. Rapidamente, sua equipe se recusa a ouvi-la e Jason assume as instruções para convencê-la a disputar mais um round.

“Não termine assim. Vamos lá, eu sei que machuca. Vamos passar por isso. Respire, mude o seu pensamento. Vamos lançar tudo o que temos. Vamos nos recuperar depois”, pediu, momentos antes de Raquel retornar para o combate e ser nocauteada no último assalto com uma suspeita de fratura no nariz.

“Acho que agora vão falar mal dele nas redes sociais. Acho que ela tem que se cercar de pessoas que querem bem o dela, para ela evoluir para as próximas lutas. Infelizmente hoje ele [treinador] falhou”, finalizou.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.