Alexander Volkanovski explica como acredita que vencerá Holloway

Alexander Volkanovski aguarda chance pelo cinturão peso-pena do UFC – Fábio Oberlaender

Provável próximo desafiante ao cinturão do peso-pena (66 kg), Alexander Volkanovski viajou da Nova Zelândia ao Canadá a fim de acompanhar a disputa pelo título da divisão entre Max Holloway e Frankie Edgar. E, após assistir a vitória do campeão, o australiano declarou estar ainda mais convencido de que pode destronar o havaiano.

Holloway defendeu seu cinturão pela terceira vez consecutiva. Aproveitando sua maior envergadura e apostando em golpes à distância durante boa parte do combate, o atleta conquistou a vitória na decisão unânime dos jurados. Apesar de possuir uma compleição física parecida com a de Edgar, tanto em altura como alcance, Volkanovski explicou os motivos que o fazem acreditar ser um pesadelo para o campeão.

“Eu fico confortável na longa distância e possuo poder de nocaute. Gosto de escolher o momento certo de entrar, mas também fico tranquilo lutando à distância, trabalhando os ângulos, buscando quedas, fazendo-o pensar. Frankie sofreu muitos golpes quando encurtou a distância.O Holloway gosta de tentar pressionar o oponente, mas eu sei que não vou sucumbir a isso. Sei que posso aguentar o ritmo. Se esse for seu plano, sinto que sou bastante explosivo e poderoso. Posso causar mais danos a ele. Max é um verdadeiro campeão, mas eu quero essa luta”, declarou o número 1 do ranking da divisão à transmissão televisiva por pay-per-view após o término do UFC 240.

Apesar de saber que o tempo de recuperação possa ser pequeno para que o campeão aceite, o atleta da Oceania propôs que a disputa seja realizada no UFC 243, marcado para ocorrer no dia 5 de outubro, em seu país natal. O evento, que vai acontecer em um estádio com capacidade para 60 mil pessoas, pode bater o recorde de público da organização.

“Foi uma luta de cinco rounds, mas ele não sofreu muito dano. Acredito e espero que ele possa se recuperar a tempo. Depende dele, mas vamos lá encher todas as cadeiras desse estádio”, convocou o lutador.

Na luta principal do UFC 243, já foi confirmada a unificação do cinturão dos pesos-médios (84 kg) entre o lutador da casa Robert Whittaker, campeão linear, e o detentor do cinturão interino Israel Adesanya. Caso tenha seu desejo atendido, Alexander Volkanovski seria o segundo australiano brigando por um título do Ultimate no evento.