Urijah Faber analisa “empolgante” desafio de Henry Cejudo para luta pelo título

Faber vai lutar em Sacramento, cidade onde fica sua academia, a Team Alpha Male – Diego Ribas

Agendado para enfrentar Ricky Simon, no dia 13 de julho, pelo UFC Sacramento, Urijah Faber voltou às manchetes na última semana — mas não pelo seu combate de retorno da aposentadoria. De maneira surpreendente, o ‘California Kid’ foi citado por Henry Cejudo como um dos adversários que gostaria de encarar como campeão dos pesos-galos (61 kg). E, em entrevista ao podcast ‘Jim Rome’, o atleta comentou a possibilidade de disputar o título.

Pelo desempenho de Faber nas últimas lutas de sua carreira e pelo adversário de seu retorno — o não ranqueado Simon — é bastante improvável que Urijah seja escolhido para medir forças com Cejudo em caso de vitória. Ciente disso, o veterano de 40 anos até se colocou à disposição, mas preferiu exaltar Henry pelos desafios que fez a Cody Garbrandt e Dominick Cruz.

“Eu nunca fui quebrado numa luta. Ele é um wrestler em primeiro lugar, que tem uma trocação muito boa, como tem mostrado ultimamente, e tem um queixo duro e um ótimo mental, mas o casamento entre ele e Cody é superempolgante. Eu adoraria enfrentá-lo. Não há nada no mundo que me anime mais do que lutar contra alguém que poderia ser possivelmente o melhor de todos os tempos nos esportes de combate. Quão empolgante é isso para alguém que teve como seu próprio objetivo fazer isso? E Dominick Cruz: você nunca pode descartar esse cara. Ele é um campeão de campeões também. Então, gostei desses desafios. Eu adoraria ver uma luta comigo, com Cody ou com Dominick Cruz para Henry”, falou, de acordo com transcrição do site ‘MMA Fighting’.

Na mesma entrevista, Faber afirmou que o combate contra Ricky não será “necessariamente” sua última luta. Apesar de ter anunciado o encerramento de sua jornada no MMA em 2016, ele nunca saiu do grupo de atletas testados pela USADA (agência antidoping americana).