UFC 234 marca o retorno e pode definir futuro de Anderson Silva no MMA

Anderson Silva se emocionou ao retornar ao UFC – Jon Roberts/ Ag Fight

Neste sábado (9), o lutador apontado por muitos como o melhor de todos os tempos estará de volta aos octógonos. Após dois anos afastado do esporte para cumprir suspensão pelo uso de doping, Anderson Silva retorna ao UFC em um combate de “vida ou morte” para sua carreira. Isso porque, em caso de vitória, o brasileiro disputará o título dos pesos-médios (84 kg) novamente, mas caso perca, seu futuro no MMA é incerto.

Portanto, um triunfo no UFC 234 é crucial para dar prosseguimento na carreira em alto nível. Mas alcançar essa façanha não será nada fácil. Afinal de contas, do outro lado do octógono está nada mais nada menos que Israel Adesanya, principal revelação do Ultimate no momento, invicto em 15 combate realizados até então.

E como se não bastasse, outro fator pesa contra “Spider”, a idade. Aos 43 anos, o brasileiro é o atleta mais velho em ação do UFC. Além disso, as duas temporadas em que ficou afastado do octógono deixam em aberto se veremos o Anderson dos tempos áureos, em que era campeão, ou se assistiremos um atleta já em decadência no fim de carreira.

O combate em si será um interessante choque de gerações, mas de atletas com estilos semelhantes. Declaradamente fã de Silva, Adesanya assistia o brasileiro lutar quando era jovem e se inspirou em seus movimentos para montar seu próprio plano de jogo. Ou seja, o confronto promete golpes poucos ortodoxos e a expectativa de que poderá ser encerrado a qualquer momento.

O vencedor do confronto, ao que tudo indica, disputará o cinturão da organização em seguida. O título da divisão, inclusive, também estará em jogo na Austrália, na luta que encabeça o show de número 234. Robert Whittaker e Kelvin Gastelum medem forças pela coroa da categoria até 84 kg.

Além de Anderson, outros três brasileiros entram em ação neste sábado para defender as cores verde e amarela do outro lado do mundo: Rani Yahya, Raulian Paiva e Marcos Mariano.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *