Stephens faz previsão ‘sangrenta’ sobre luta principal do UFC México; entenda

Stephens (D) tentará acabar com a sua sequência de derrotas – Rigel Salazar

Yair Rodríguez, 26 anos e 13 lutas no cartel, e Jeremy Stephens, 33 anos e 44 combates na carreira, fazem um verdadeiro duelo de gerações na luta principal do UFC México, neste sábado (21), pelo peso-pena (66 kg). E, se depender das palavras do veterano, a revelação do Ultimate terá um verdadeiro choque de realidades. Em entrevista ao site ‘MMA Junkie’, ‘Lil’ Heathen’ afirmou que vai honrar sua ascendência mexicana com um nocaute marcante – e um tanto sangrento, em sua visão.

Stephens vem de derrotas para José Aldo e Zabit Magomedsharipov, este último, um atleta contra quem Yair foi escalado duas vezes, mas que não chegou a enfrentar – primeiro por problemas contratuais e depois por uma lesão. Acusando o mexicano de covardia, Jeremy ironizou as posturas e a idade de Rodríguez.

“É uma honra simplesmente lutar no México. Tenho raízes aqui. Minha filha é mexicana. Minha esposa é mexicana. Amo comida mexicana e, acima de tudo, amo o povo”, disse. “Ele é um garoto. Ele é um ‘chamaco’ e eu sou um homem”, disse, usando uma palavra informal em espanhol para ‘criança’. “Luto como um homem. Não fujo. Estou aqui para surrá-lo. Estou aqui para envergonhá-lo e superá-lo em cada passo do caminho”, completou.

Rodríguez tem apenas uma derrota no UFC, para Frankie Edgar, em 2017. ‘Pantera’, inclusive, admitiu esta semana que o revés o abalou muito e o fez perceber sua falta de concentração e interesse na luta. Para Stephens, Yair vai ficar surpreso com o que vivenciará neste sábado.

“Ele está com problemas. Vou bater a cabeça dele no chão e abri-la. Ele acha que Frankie Edgar inchou seu olho? Espere até eu cortá-lo. (…) O que é a nova geração? O que você vai me mostrar que eu nunca vi ou que Bruce Lee nunca mostrou em um filme? Que p**** você vai me mostrar que seja nova? Eu acabei de lutar contra um cara que é como você, que é melhor do que você e que você teve medo de lutar”, atacou.

‘Pantera’, conhecido por seus golpes plásticos, vem de um nocaute impressionante contra Chan Sung Jung, o Zumbi Coreano, em novembro do ano passado. Na ocasião, Yair decidiu uma luta que se encaminhava para uma equilibrada decisão dos juízes com uma cotovelada invertida que apagou o rival faltando um segundo para o encerramento do combate.