Presidente do Bellator revela que ‘Pitbull’ pode defender título dos leves durante GP do penas

Campeão peso-pena (66 kg) e peso-leve (70 kg) do Bellator, Patrício ‘Pitbull’ encara Juan Archuleta neste sábado (28) pela primeira rodada do Grand Prix até 66 kg da organização. Caso siga avançando e chegue à grande final do torneio, o brasileiro pode ficar sem defender o cinturão até 70 kg por um ano. No entanto, Scott Coker – presidente da entidade – tratou de tranquilizar os atletas que, porventura, possam ter receio de um congelamento da divisão durante este período.

De acordo com Coker, em conversa com a imprensa durante o media day do Bellator 228, ‘Pitbull’ já expressou seu desejo de defender também o cinturão peso-leve. E, apesar do compromisso do brasileiro com o GP dos penas, o cartola explicou que pode haver uma solução para que a categoria até 70 kg não fique parada à espera de seu campeão.

“’Pitbull’ pode ter algumas folgas dentro do torneio. Talvez ele lute no sábado, e se ele (vencer e) escolher uma luta na janela de março, talvez ele possa lutar (defender o cinturão dos leves) nesse meio tempo, e nós aprovaríamos isso”, afirmou Scott Coker.

Toda essa projeção depende, obviamente, da vitória de Patrício ‘Pitbull’ neste sábado, em seu primeiro compromisso pelo GP dos penas do Bellator. Caso prossiga no torneio, e encontre um intervalo para defender seu cinturão até 70 kg, o brasileiro pode ter como desafiante ao seu título Benson Henderson, segundo o dirigente máximo da organização.