‘Pitbull’ indica chance de defender título peso-leve antes de luta pelo GP do Bellator

‘Pitbull’ é campeão peso-pena (66 kg) e peso-leve (70 kg) do Bellator – Divulgação/Bellator

Focado na disputa do Grand Prix peso-pena (66 kg) do Bellator, onde coloca seu cinturão da categoria em jogo a cada confronto, Patrício ‘Pitbull’, ao que tudo indicava, não defenderia o título peso-leve (70 kg) da organização até o final de sua participação no torneio. Porém, aparentemente, os desafiantes até 70 kg podem não precisar esperar por muito tempo para ter uma chance pela cinta da divisão.

Após Scott Coker – presidente da entidade – declarar que o brasileiro poderia defender seu cinturão peso-leve entre os compromissos pelo GP dos penas, o próprio ‘Pitbull’ – em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight – afirmou que não foi procurado oficialmente pela organização, mas deixou em aberto a possibilidade. Por ser o atual campeão, Patrício teve a oportunidade de escolher tanto seu próximo adversário no torneio quanto a data de sua luta. Com isso, o potiguar selecionou o português Pedro Carvalho, a quem enfrentará em março de 2020, ainda sem data confirmada.

“Eles (Bellator) ainda não falaram nada oficialmente, mas estamos aguardando. Dependendo da data, é possível (a defesa do cinturão peso-leve do evento)”, contou Patrício.

O brasileiro revelou, à Ag. Fight, que sua escolha por enfrentar Pedro Carvalho em março do ano que vem tem a ver com a necessidade de conseguir um descanso necessário, tendo em vista sua longa carreira de mais de 15 anos. No entanto, o intervalo pequeno entre seus combates não seria uma novidade para o atleta, que tem mantido uma média de quatro meses de diferença entre suas últimas apresentações.

Enquanto não possui uma posição oficial da entidade sobre uma possível defesa do seu cinturão peso-leve antes de seu próximo compromisso pelo GP dos penas, Patrício foca nos últimos detalhes da preparação de seu irmão, Patricky ‘Pitbull’, que estreia no GP peso-leve do Rizin, no dia 12 de outubro. Também atleta do Bellator, o potiguar foi cedido à organização japonesa para participar de seu torneio e estreia contra Tatsuya Kawajiri.