Pettis revela que recebeu oferta de luta com McGregor antes de Nate Diaz

Anthony Pettis encara Nate Diaz no próximo dia 17 de agosto – Diego Ribas

O retorno de Anthony Pettis ao octógono do UFC está confirmado para o dia 17 de agosto, em Anaheim (EUA), onde ele enfrentará Nate Diaz na luta coprincipal do UFC 241. Antes de ser escalado contra o compatriota, entretanto, ‘Showtime’ recebeu a proposta de fazer uma luta com Conor McGregor. Porém, as negociações para o combate com o irlandês não foram adiante.

Em entrevista ao podcast ‘Ariel Helwani’s MMA Show’, Pettis revelou que foi o próprio Dana White – presidente do UFC – quem lhe ofereceu McGregor como oponente. Como o duelo com o irlandês não se concretizou, quando a luta contra Diaz na categoria dos meio-médios (77 kg) surgiu como alternativa, ele não hesitou em aceitar.

“Alguns grandes nomes foram propostos a mim. Conor McGregor foi proposto por Dana (White) para agosto, mas isso não aconteceu. Então, me recolhi, dei um tempo, fiquei treinando e então Nate Diaz apareceu. Foi perfeito”, contou, de acordo com transcrição do site ‘MMA Mania’.

Durante o programa, ‘Showtime’ também ressaltou que entre ele e Diaz existe uma antiga rivalidade. E que isso apimentaria ainda mais o duelo que antecederá a disputa pelo cinturão dos pesados entre o campeão Daniel Cormier e o desafiante Stipe Miocic no evento agendado para a cidade californiana.

“É um cara que eu não gosto. (…) Vou direto ao trabalho, mal posso esperar para machucar esse cara. Esta é uma luta pessoal para mim, eu vou trabalhar imediatamente. Sem corte de peso, apenas treinando para uma luta”, concluiu.

Aos 32 anos, Pettis derrotou Stephen Thompson em seu último duelo no UFC e alcançou a marca de 22 triunfos em 30 lutas como atleta profissional de MMA. Já Diaz está sem atuar pelo Ultimate desde 2016, quando foi superado por McGregor na segunda luta contra o irlandês. Ao longo da carreira nas artes marciais mistas, ele soma 19 vitórias e 11 derrotas até o momento.