Paciente, Dustin Poirier enfrenta Nurmagomedov para fazer história no UFC

Apesar de ter apenas 30 anos de idade, Dustin Poirier – que estreou pelo Ultimate no dia primeiro de janeiro de 2011 – já pode ser considerado um veterano do UFC. Com uma carreira consistente pela organização, ‘The Diamond’ precisou se apresentar 22 vezes no octógono para garantir a chance de disputar o cinturão linear de sua categoria – fato superado apenas por Michael Bisping, que acumulou 24 combates pela entidade antes de competir por um cinturão. Com sua paciência finalmente recompensada, o americano disputa o título do peso-leve (70 kg) contra Khabib Nurmagomedov neste sábado (7), na luta principal do UFC 242, visando fazer história.

Para se credenciar ao duelo contra o russo – campeão linear da divisão –, Poirier precisou antes derrotar Max Holloway no dia 13 de abril deste ano, em confronto que lhe garantiu o cinturão interino dos leves. Em seu caminho para unificar o título da categoria, o lutador da equipe ‘American Top Team’ terá que fazer história e derrotar Khabib Nurmagomedov que – além de continuar invicto em sua carreira após 27 confrontos – é considerado um dos melhores lutadores peso-por-peso do mundo.

Esta será apenas a segunda defesa de cinturão ‘The Eagle’ – que é amplamente visto como favorito nas bolsas de aposta –, mas sua hegemonia sobre os demais pesos-leves do Ultimate é vista desde 2012, quando estreou pela organização. Portanto, apesar de Dustin Poirier vir em um grande momento, sua tarefa não será das mais fáceis. Em caso de vitória no evento que será realizado em Abu Dhabi, o americano não apenas unificaria o cinturão da divisão, como também entraria para a história como o primeiro homem a derrotar o temido lutador russo.

Pelo co-main event do UFC 242, o peso-leve Edson Barboza encara Paul Felder – adversário que já venceu em 2015 – em busca de recuperação após ser nocauteado por Justin Gaethje na sua última luta. Outros brasileiros no card, Davi Ramos e Carlos Diego Ferreira – ambos da divisão até 70 kg – enfrentam Islam Makhachev e Mairbek Taisumov, respectivamente.