Nate Diaz critica lutadores apáticos do UFC e define Pettis como oponente digno

Nate Diaz fez seu último combate em agosto de 2016, contra Conor McGregor – Diego Ribas

Nate Diaz está de volta. Antes mesmo de seu retorno ao UFC, agendado para este sábado (17), é possível afirmar isso. Afinal de contas, o americano já arregaçou as mangas e começou a fazer o que faz de melhor: polemizar. Após quase três anos afastado dos octógonos, o meio-médio (77 kg) atacou a falta de personalidade dos atuais atletas do Ultimate.

No entanto, nem só de críticas vive o falastrão. Nate também aproveitou o gancho para elogiar Anthony Pettis, seu próximo adversário, que, de acordo com o próprio, destoa dos demais lutadores da divisão com sua atitude dentro e fora dos octógonos. E foi justamente esse diferencial presente no ‘ShowTime’ que teria feito Diaz aceitar o combate e retornar para o UFC.

“Eu estava tipo: ‘Ok, quer saber, Pettis nocauteou o Thompson e está fazendo várias coisas f*** quando ele luta’. Pensei comigo: ‘Cara, é um oponente digno’. E eu aceitei. Não preciso me eleger para lutas só porque quero dar um soco na cara de alguém, isso não é legal. Quero uma luta que vai me motivar a luta, bons adversários e boas lutas. Essa luta está me mantendo longe de todos esses lutadores lamentáveis que não estão fazendo p*** nenhuma. Recebem amor, e não fazem nada com isso. Eu teria um objetivo. Seria como: ‘Farei isso, enfrentarei esse cara e darei meu melhor para vencer, e quando vencer, vou usar isso a meu favor’. Os microfones estão ligados, é melhor vocês fazerem algo com isso”, criticou Nate, antes de falar sobre um possível duelo contra Khabib Nurmagomedov ou Kamaru Usman.

“Sinto que sou melhor e mais descolado que esses caras. Por que diabos eu iria querer lutar com eles? Pettis é mais legal que eles dois, luta com sabedoria, entende? Sinto que estou em uma posição em que posso escolher (rivais) porque eu fiz mais do que todos esses lutadores”, completou o polêmico atleta da ‘Cesar Gracie Fight Team’, em entrevista para a ‘ESPN’ americana.

O confronto entre Diaz e Pettis servirá como ‘co-main event’ do card de número 241. A luta principal do evento, com sede em Anaheim (EUA), terá uma disputa de cinturão entre os pesos-pesados. Stipe Miocic tenta recuperar seu reinado em uma revanche contra o atual campeão, Daniel Cormier.