Masvidal diz que UFC “protegeu” Adesanya por evitar duelo contra Romero

Masvidal volta a lutar em novembro deste ano contra Nate Diaz – Rigel Salazar

Um dos lutadores mais empolgantes da atualidade no UFC, Jorge Masvidal também não tem papas na língua para dizer o que pensa. O americano fez questão de mencionar seu amigo e companheiro de ATT (American Top Team), Yoel Romero, para comentar o que achou da disputa de cinturão do peso-médio (84 kg), quando Israel Adesanya nocauteou Robert Whittaker, no segundo round e unificou o título da divisão, no último sábado (5).

Através das suas redes sociais, Masvidal afirmou que Whittaker sofreu a consequência de ter lutado duas vezes (venceu ambas) contra o cubano. O australiano não lutava desde 2018 e estava em uma série invicta de nove combates. Além disso, o americano já projeta um duelo entre Romero e Adesanya.

“Eu disse a todos que ninguém é o mesmo depois de lutar com o Yoel Romero, que vocês iam ver. O UFC foi inteligente para proteger Israel. Yoel vence uma (luta) e deve ser o próximo (a disputar o cinturão)”, escreveu.

Na última vez que pisou no octógono, Romero foi derrotado por Paulo ‘Borrachinha’, em agosto deste ano, por decisão unânime dos jurados. Atualmente o cubano é o número três no ranking oficial do peso-médio. Ele está atrás do seu último algoz, Robert Whittaker e o campeão Israel Adesanya.

Terceiro colocado no ranking dos meio-médios, Jorge Masvidal encara Nate Diaz na luta principal do UFC 244, que acontece no dia 2 de novembro, em Nova York (EUA).