Marina Rodriguez domina oitava colocada dos palhas no UFC Uruguai

Marina deve dar um salto e aparecer bem no ranking – Leandro Bernardes

Lutadora do Ultimate desde 2018, Marina Rodriguez teve uma atuação de veterana no UFC Uruguai. Em seu terceiro combate pela organização, a brasileira derrotou a oitava colocada do ranking dos pesos-palhas (52 kg), Tecia Torres, e deve ter uma grande ascensão na categoria. Com o resultado, a gaúcha manteve sua invencibilidade e deve passar a ser observada com ainda mais respeito pelas rivais da divisão.

Especialista em muay thai, Rodriguez mostrou muita tranquilidade para negar as quedas de Torres e manter o combate da maneira com que se sente mais à vontade. E o sucesso no primeiro round pareceu ter enchido Marina de confiança.

Rodriguez acertou mais golpes em todos os assaltos, deixando Tecia cada vez mais hesitante nas tentativas de derrubá-la. Foram sete, e a brasileira conseguiu evitar todas. Muito mais ágil e tranquila, Marina manteve a adversária distante e aplicou mais do que o dobro dos golpes da rival – 84 contra 41.

Logo depois, RaphaelBebezão‘ estreou no UFC contra o perigoso Cyril Gane e sofreu a primeira derrota da carreira. O kickboxer acertou alguns golpes, mas o brasileiro recebeu bem. E então, foi de uma maneira inesperada que o francês encerrou a luta: o atleta da ‘Evolução Thai‘ tentou uma queda e acabou ficando por baixo. Raphael mostrou que ainda precisa apurar melhor seu jogo de solo, cometendo um erro bobo ao tentar fugir da posição. Gane encaixou um katagatame com tranquilidade e garantiu a vitória.

Durinho usou as quedas e conseguiu a vitória – Leandro Bernardes

No encerramento do card preliminar, Gilbert ‘Durinho’ reestreou muito bem nos meio-médios (77 kg). Mesmo pegando a luta com só duas semanas de antecedência, o brasileiro anulou Alexey Kunchenko em dois dos três rounds do confronto e tirou a invencibilidade do russo, que já durava 20 combates. O especialista em jiu-jitsu não quis saber de trocação e, sempre que possível, buscou a queda.

A torcida uruguaia, porém, não gostou do confronto. Talvez por achar que o duelo foi ‘amarrado’ demais, o público presente na Antel Arena vaiou o brasileiro durante e no fim da luta. A reação negativa só foi aplacada quando ‘Durinho’ pediu desculpas e lembrou que aceitou o confronto com pouco tempo de preparação.

Confira os resultados do UFC Uruguai até o fim do card preliminar:

Meio-médio (77 kg) | Gilbert ‘Durinho’ venceu Alexey Kunchenko por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)
Pesado | Ciryl Gane venceu RaphaelBebezão‘ por finalização a 4min12s do primeiro round
Palha feminino (52 kg) | Marina Rodriguez venceu Tecia Torres por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-26)
Mosca (57 kg) | Rogério Bontorin venceu Raulian Paiva por nocaute técnico (interrupção médica) a 2min56s do primeiro round
Galo (61 kg) | Chris Gutierrez venceu Geraldo de Freitas por decisão dividida (29-28, 27-30, 29-28)
Leve (70 kg) | Alex ‘Leko‘ venceu Rodrigo ‘Kazula‘ por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
Mosca feminino (57 kg) | Veronica Macedo venceu Polyana Viana por finalização a 1min09s do primeiro round