Luta entre Sanchez e Guida é escolhida para Hall da Fama do UFC

O UFC 238, realizado neste sábado (8), não foi só um evento de grandes lutas. Foi também um evento que homenageou uma grande luta. Durante o show, o Ultimate anunciou que o combate entre Diego Sanchez e Clay Guida, realizado em 2009, vai entrar para o Hall da Fama da organização (veja abaixo ou clique aqui).

Como sempre, a celebração será realizada na Semana Internacional de Lutas, que acontece no início de julho. Além do duelo, entrarão para o panteão da liga três lutadores: Rashad Evans e Michael Bisping, pela ala moderna, e Rich Franklin, pela ala dos pioneiros.

O confronto entre Diego e Clay, um dos mais memoráveis da fase em que o UFC ainda não era um fenômeno mundial, está na lembrança de muitos fãs do passado. Na ocasião, Sanchez partiu para cima de Guida logo nos primeiros segundos, abalando-o fortemente com mais de uma dezena de golpes. De maneira impressionante, porém, ‘The Carpenter’ conseguiu se recuperar e derrubar o adversário.

No segundo round daquele duelo, Guida conseguiu uma queda logo no princípio do assalto e usou seu wrestling para controlar Sanchez. Apesar disso, Diego desferiu muitas cotoveladas de baixo pra cima, o que equilibrou as forças. Na ida para o último intervalo, os dois estavam banhados do sangue derramado por Clay.

O terceiro round ainda reservou mais emoções. Ciente de que as quedas eram o caminho para a vitória, Guida tentou acuar Diego na grade para derrubá-lo. O rival, entretanto, aproveitou a investida para reverter a posição e encaixar um improvável katagatame de dentro da guarda. No fim, Sanchez levou a vitória por decisão dividida e se credenciou para disputar o cinturão peso-leve (70 kg), que à época era de BJ Penn.

O anúncio de que Sanchez vs Guida será a luta homenageada no Hall da Fama teve um detalhe especial: Clay Guida é do Illinois, estado onde o UFC 238 aconteceu, e estava no United Center quando o anúncio oficial foi feito.