Lista da ‘Forbes’ coloca McGregor como lutador de MMA mais bem pago do mundo

McGregor só fez um combate de MMA em 2018 – Leandro Bernardes

Conor McGregor teve um 2018 bem pouco ativo, com só uma luta realizada no UFC. E, mesmo assim, ele foi o lutador de MMA mais bem pago do mundo, com uma receita de 47 milhões de dólares — o equivalente a R$ 178 milhões. Apesar disso, ‘The Notorious’ é “apenas” o 65º colocado no geral e o único das artes marciais mistas entre as 100 personalidades listadas.

A lista é encabeçada pela cantora Taylor Swift, que arrecadou R$ 700 milhões em 2018, graças a grandes contratos que firmou com a Netflix, a Apple, a Coca-Cola e a AT&T, além de uma mudança de gravadora. Em segundo, ficou a socialite Kylie Jenner, seguida pelo rapper Kanye West.

Entre os atletas mais bem pagos, além da saída do aposentado Floyd Mayweather, não há novidades: Lionel Messi, em quarto, Cristiano Ronaldo, em sexto, e Neymar, em sétimo, formaram o trio com maior arrecadação no esporte.

Nas modalidades de combate em geral, o líder de receitas é o boxeador Saul ‘Canelo’ Alvarez, que obteve R$ 355 milhões em 2018 e ficou na décima posição do ranking. Também no pugilismo, o peso-pesado Anthony Joshua ficou na 49ª colocação, tendo arrecadado R$ 208 milhões.

Apesar de ter feito apenas um combate no ano passado, McGregor entrou no ranking graças, sobretudo, ao sucesso financeiro de sua luta contra Khabib Nurmagomedov, em outubro de 2018, que bateu o recorde de vendas de pay-per-view no Ultimate. Além disso, entram no valor total acordos de patrocínio, como o que ele tem com a Reebok.