Justin Gaethje dá ultimato para McGregor: “Lute, ou vai embora”

Conor McGregor ainda não tem dara para retornar ao octógono do UFC – Diego Ribas

Justin Gaethje vive um momento ímpar no Ultimate. Mas dada a atual situação dos pesos-leves (70 kg) – com Tony Ferguson encaminhado como próximo desafiante -, o americano visa mais um combate contra um rival de renome para, enfim, vislumbrar uma chance pelo cinturão. Seu alvo já foi definido há meses: Conor McGregor. No entanto, de acordo com ‘The Highlight’, o falastrão irlandês não parece nada interessado no confronto.

‘Notorious’, inclusive, não compete desde outubro de 2018, quando foi finalizado por Khabib Nurmagomedov. Desde então, McGregor se mantém ausente dos octógonos, mas presente nos noticiários – majoritariamente envolvido em confusões com a Justiça. O momento turbulento de Conor afasta cada vez mais um possível retorno em breve. E para Gaethje, o irlandês tem que decidir o rumo de sua carreira imediatamente.

“Ele segue ‘tweetando’ dizendo que vai lutar. No planetar Terra, há duas pessoas que possivelmente lutarão com ele – eu ou Dustin Poirier. Lute, ou vai embora e se afaste. Ou lutte, e contra mim ou Dustin”, analisou Gaethje, antes de revelar como tentou fazer o confronto entre os dois sair do papel.

“Eu mandei uma mensagem para ele uns 7 meses atrás tentando começar uma amizade. Tentei de todas as formas. Tentei psicologia reversa, tentei me tornar amigo. Tentei toda forma possível para atrair a atenção desse cara nessa m***. Mas não consigo. E ele desafia o Frankie Edgar. Isso é como um tapa na minha cara e de todos os pesos-leves. Estou tentando ser o melhor do mundo, e ele não, porque já fez um bom dinheiro, então precisa ir embora”, completou o peso-leve americano, em entrevista ao ‘TMZ Sports’.

Gaethje vem embalado por três vitórias seguidas e figura como atual número 4 do ranking do Ultimate. Conor, por sua vez, ocupa a terceira posição na listagem. O vencedor de um possível confronto entre os dois poderia definir o desafiante ao título – que hoje pertence a Khabib Nurmagomedov – no futuro.