Jon Jones, Thiago ‘Marreta’ e Gadelha recebem seis meses de suspensão após UFC 239

Jon Jones e Thiago ‘Marreta’ lideraram o card do UFC 239 – Rigel Salazar

A lista de atletas suspensos após o UFC 239 contou com nada menos do que sete nomes entre os que levaram ganchos médicos de seis meses. Apesar de poderem ser liberados antes deste período caso médicos especialistas atestem que suas lesões foram curadas, Thiago ‘Marreta’, Jon Jones, Claudia Gadelha, Luke Rockhold, Randa Markos, Michael Chiesa e Song Yadong podem ficar sem competir até janeiro de 2020.

De acordo com a lista emitida pela Comissão Atlética de Nevada, Jones precisa fazer um raio-X no pé lesionado, enquanto o brasileiro ‘Marreta’, seu parceiro de main event da noite, machucou os dois joelhos no combate. Claudia Gadelha, por sua vez, está com uma suspeita de fratura na mão direita, enquanto que sua rival, Markos, precisa fazer uma ressonância no pé direito.

Por fim, Luke Rockhold fraturou a mandíbula, enquanto que Michael Chiesa machucou a mão esquerda e Song Yadong lesionou o joelho esquerdo.

Confira a lista de suspensão do UFC 239:

Alejandro Perez: suspenso até 5 de setembro
Ben Askren: suspenso até 5 de setembro
Claudia Gadelha: suspenso até 3 de janeiro de 2020
Diego Sanchez: suspenso até 6 de agosto
Holly Holm: suspensa até 5 de setembro
Gilbert Melendez: suspenso até 21 de agosto
Jon Jones: suspenso até 3 de janeiro de 2020
Julia Avila: suspensa até 21 de agosto
Luke Rockhold: suspenso até 3 de janeiro de 2020
Marlon Vera: suspenso até 6 de agosto
Michael Chiesa: suspenso até 3 de janeiro de 2020
Pannie Kianzad: suspensa até 5 de setembro
Randa Markos: suspenso até 3 de janeiro de 2020
Song Yadong: suspenso até 3 de janeiro de 2020
Thiago ‘Marreta’: suspenso até 3 de janeiro de 2020