Invicta FC 37 é marcado por derrota de brasileiras estreantes e ‘nocaute raro’

Na última sexta-feira (4), o Invicta FC foi até o ‘Memorial Hall’, em Kansas (EUA), para sediar a 37ª edição do evento exclusivo de atletas femininas. E das três lutas principais da noite, duas envolviam brasileiras. Porém, tanto Marília ‘Chocolate’ Santos quanto Nicolle Caliari foram derrotadas dentro do octógono – em um card que contou ainda com um nocaute raro no MMA.

Em suas respectivas estreias no Invicta FC, não podemos dizer que Marília e Nicolle começaram sua trajetória na liga com o ‘pé direito’. Nos pesos-moscas (57 kg), Chocolate começou bem o confronto diante de Mariya Agapova. Mas, ainda no primeiro assalto, se viu em uma posição de desvantagem no solo e acabou sendo nocauteada na posição de ‘ground and pound’. Antes de garantir sua vaga na companhia, a brasileira se destacou no programa ‘Contender Series’, onde sofreu uma derrota polêmica para Lucrezia Ria na papeleta dos juízes, decisão criticada até por Dana White, presidente do UFC.

Já na categoria dos pesos-palhas (52 kg), Nicolle travou uma verdadeira batalha diante de Kay Hensen. Após três rounds de domínio da americana na luta agarrada, a brasileira acabou sucumbindo e foi finalizada por sua adversária no fim do combate.

No ‘main event’ do evento, Pearl Gonzalez, ex-desafiante ao cinturão até 57 kg, se recuperou da derrota sofrida para a brasileira Vanessa Porto em sua última luta. A americana fez as pazes com a vitória após superar Brogan Sanchez por pontos, em decisão unânime dos juízes nessa sexta-feira.

Durante uma das lutas preliminares do show, uma cena pouco vista no esporte. Com apenas 39 segundos de luta, Lindsey VanZandt aplicou um chute baixo brutal nas pernas de Shino VanHoose. O golpe desferido acertou em cheio o joelho da americana, que logo acusou a lesão e obrigou o árbitro a interromper a disputa (veja abaixo ou clique aqui).

damn. brutal #InvictaFC37 pic.twitter.com/sttUep1LFm

– Steve (@SteveKMMA) October 5, 2019