Ex-campeão dos médios, Weidman anuncia mudança para os meio-pesados do UFC

‘All American’ foi campeão nos médios, mas vive fase ruim na carreira – Leandro Bernardes

Chris Weidman está em busca de novos ares. Depois de quatro derrotas em cinco lutas nos médios (84 kg), categoria da qual já foi campeão no UFC, o ‘All American’ anunciou que vai se testar entre os meio-pesados (93 kg). A declaração foi feita no programa ‘Ariel Helwani’s ESPN Radio Show’ durante o UFC 238, realizado em Chicago (EUA) no último sábado.

A carreira de Weidman tem sido marcada pelas frequentes lesões graves: ele já precisou de cirurgias no pescoço e na mão, entre outras contusões de recuperação complicada. De acordo com Chris, o objetivo é retornar ao octógono em outubro deste ano.

“Passei por muitas cirurgias. Então assim que sentir meu corpo forte de novo (retornarei). (…) Quatro meses, planejo voltar em outubro”, falou, antes de pregar humildade em relação ao novo desafio. “Ainda não estou nessa posição ainda (de desafiar alguém do meio-pesado). Uma coisa de cada vez”, completou.

Weidman não é o único ex-campeão dos médios que pretende arriscar a sorte na categoria de cima. Luke Rockhold — justamente o atleta que tirou de Chris o cinturão até 84 kg — vai estrear nos meio-pesados contra Jan Blachowicz, no dia 6 de julho.

‘All American’ interrompeu o reinado de Anderson Silva em 2013, nocauteando o ‘Spider’ em uma cena antológica do MMA. Depois, defendeu o cinturão por três oportunidades, sempre contra brasileiros: Anderson em uma revanche, Lyoto Machida e Vitor Belfort. Depois, entretanto, sofreu três reveses consecutivos, para Rockhold, Yoel Romero e Gegard Mousasi. Chris se recuperou da sequência negativa ao vencer Kelvin Gastelum em 2017, mas foi nocauteado por Ronaldo ‘Jacaré’ em seu último mais recente compromisso, em novembro do ano passado.