Empresário diminui Ferguson e aponta Gaethje como opção para encarar Khabib

Na última terça-feira (8), a Dominance MMA – agência responsável por administrar a carreira de diversos lutadores proeminentes do esporte – realizou um media day com seus atletas em Los Angeles (EUA). Como era de se esperar, Ali Abdelaziz – fundador e CEO da companhia – aproveitou a presença da mídia para enaltecer seus clientes. Em um dos casos, o empresário declarou que o peso-leve (70 kg) do UFC Justin Gaethje é uma opção melhor do que Tony Ferguson para ser o próximo desafiante ao cinturão da categoria.

Ali – que também é o empresário de Khabib Nurmagomedov, atual campeão até 70 kg do Ultimate – citou o histórico recente dos lutadores para fortalecer seu argumento. Apesar de Ferguson vir de 12 vitórias consecutivas na entidade, o empresário questionou sua pouca frequência de apresentações nos últimos anos. Ainda justificando sua teoria, Abdelaziz relembrou a maior atividade de Gaethje desde que estreou no UFC, em julho de 2017, e, especialmente, suas atuações empolgantes, que lhe garantiram premiações em todos os combates realizados no octógono mais famoso do mundo.

“Tony Ferguson lutou uma vez em 2017, uma vez em 2018, uma vez em 2019, e declinou uma luta pelo título. Ele não merece m*** nenhuma. Para ser honesto, Justin tem um argumento melhor do que Tony. Ele lutou oito vezes nos últimos três anos, ele é uma máquina de melhores momentos, e domina os adversários. Justin Gaethje é mais dominante do que Tony. (O UFC) Deveria pular o Tony, Justin Gaethje deveria ser o próximo a enfrentar Khabib”, decretou Ali Abdelaziz, antes de garantir que não haveria nenhum problema em ter seus dois clientes duelando pelo título até 70 kg do UFC.

“Eu tive Henry Cejudo e Marlon Moraes (dois clientes seus) lutando. Eu não vou atrasar a realização dos sonhos desses caras. Eu faço os sonhos deles se tornarem realidade. Quando Marlon e Henry lutaram, eu fiquei em casa, se Gaethje e Khabib lutarem, vai ser a mesma situação”, concluiu o empresário.

O UFC, através de Dana White – presidente da entidade –, já divulgou que Tony Ferguson seria o próximo desafiante ao cinturão peso-leve, atualmente em poder de Khabib Nurmagomedov. Entretanto, nenhuma confirmação oficial foi feita pela organização, abrindo assim as portas para especulações sobre o futuro adversário do russo.