Dana White afirma que revanche contra Amanda Nunes só depende de ‘Cyborg’

Cris parece ter perdido a paciência com o Ultimate após ter revanche negada – Fábio Oberlaender

Amanda Nunes chocou o mundo do MMA no fim de 2018 ao nocautear a então imbatível Cris ‘Cyborg’ e se sagrar bicampeã do UFC. Na época, a então detentora do cinturão peso-pena (66 kg) pediu por uma revanche imediata contra a ‘Leoa’, mas não teve seu pedido atendido. Seis meses depois, Dana White parece ter mudado de ideia. O presidente do Ultimate afirmou que um segundo combate entre as brasileiras depende apenas da lutadora curitibana.

“Ela (Amanda) que muito essa luta com a Cyborg. Então se a Cyborg tiver interesse, podemos realizar isso”, declarou Dana, durante a coletiva de imprensa do UFC 238, no último sábado (8), de acordo com o site ‘MMA Junkie’. Momentos depois do posicionamento do chefão do Ultimate, a brasileira foi até as redes sociais e ponderou (veja abaixo ou clique aqui). “Lembrem que eu pedi por uma revanche imediata e me disseram não”, escreveu Cris, através de sua conta no ‘Twitter’.

A declaração de Cyborg demonstra uma clara insatisfação da brasileira com o UFC. A curitibana só possui mais uma luta em contrato com a liga. E, devido ao imbróglio que envolveu a revanche com a Amanda, é possível que o desejo de Cris seja o de deixar a maior companhia de MMA do planeta após cumprir seu último compromisso.

Caso realmente seja o sentimento da ex-campeã, os fãs que ainda sonham com uma revanche entre Amanda e Cris ficarão na vontade. Em seu possível ‘adeus’ ao Ultimate, Cris Cyborg encara Felicia Spencer. O confronto será realizado no UFC 240,no dia 27 de julho, no Canadá.